Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Em jogo histórico, Colômbia bate Alemanha na Copa do Mundo Feminina

Gols de Linda Caicedo e Manuela Vanegas decretaram primeira vitória sul-americana contra as alemãs na história da competição

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

A Colômbia fez história na Copa do Mundo Feminina na manhã deste domingo (30). Diante da Alemanha, as cafeteras venceram por 2 a 1 e protagonizaram a primeira vitória de uma seleção sul-americana sobre as alemãs na história do Mundial feminino. O marcador em questão colocou as latinas na primeira posição do Grupo H, com seis unidades, enquanto a Alemanha tem três unidades. Completam a chave Marrocos (três pontos, mas saldo inferior as alemãs) e a Coreia do Sul, já eliminada, sem pontos conquistados.

Nos minutos iniciais, o selecionado colombiano buscou igualar a superioridade física e técnica da sua adversária com muita movimentação e busca por aproveitar possíveis espaços com a marcação mais alta das alemãs. Todavia, de maneira gradual, a representação europeia foi assumindo o controle da posse e tratou de buscar seu jogo de associações e muita força na bola aérea. Especialmente, contando com o faro de gol da atacante Alexandra Popp.

Fato é que, mesmo com essa melhora da Alemanha, o domínio ficou bastante restrito ao aspecto territorial. Isso porque, na criação de jogadas, o preenchimento defensivo da Colômbia se mostrou muito organizado e só deu maior espaço em dois momentos específicos. No primeiro deles, Lina Magull furou chute na altura da pequena área e, no segundo, Popp teve liberdade e tempo para finalizar cara a cara com a arqueira Catalina Pérez, mas mandou por sobre o travessão.

Na volta do intervalo, a ‘garota prodígio’ Linda Caicedo recebeu por duas vezes a bola com mais espaço do que havia ocorrido em toda a etapa inicial. Se na primeira delas acabou se atrapalhando e vendo a bola sair pela linha de fundo, aos seis minutos, a camisa 18 dominou no lado esquerdo da área, driblou duas marcadoras e bateu com extrema categoria, no ângulo esquerdo da arqueira Merle Frohms.

Publicidade

Com a desvantagem no marcador, a postura da Alemanha na etapa complementar, aliada a questão física no desgaste das cafeteras, o selecionado europeu passou a se posicionar de maneira bastante agressiva no ataque. Com isso, povoava bastante o plano de ataque e, consequentemente, se arriscava com a exposição das costas de sua defesa em possíveis retomadas de bola da Colômbia. Além do aspecto do nervosismo das alemãs no momento de armação, as colombianas tiveram uma excelente chance de marcar o tento que poderia sacramentar o resultado quando Mayra Ramírez chutou cruzado e a bola passou na frente de Caicedo, em cima da linha.

Porém, aos 42, uma boa troca de passes no ataque das europeias teve Lena Oberdorf saindo frente a frente com Catalina Pérez e sendo derrubada dentro da área em penalidade assinalada. Na cobrança, Popp preferiu a batida de segurança e encheu o pé, no meio do gol, deixando tudo igual e aparentando criar um ambiente que poderia favorecer a virada da Alemanha. Mas só aparentava.

Publicidade

Isso porque, aos 51 minutos do segundo tempo, uma cobrança de escanteio executada por Leicy Santos, no lado direito do campo, foi direto na cabeça da zagueira Manuela Vanegas que testou com força, no canto esquerdo de Frohms.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.