Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Em jogo eletrizante, Espanha vence Suécia e está na final da Copado Mundo feminina

Espanholas têm maior volume e as suecas, forte defesa. Mas na reta final dramática e com gols, deu Espanha: 2 a 1

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Espanholas fazem a primeira final de sua história
Espanholas fazem a primeira final de sua história Espanholas fazem a primeira final de sua história

A Espanha está na final da Copa do Mundo feminina. No fim da madrugada desta terça-feira (15), venceu a Suécia no Estádio Eden Park, em Aukland, na Nova Zelândia, por 2 a 1, com três gols na reta final e emoção de sobra. O time espanhol conseguiu furar o forte bloqueio sueco graças ao talento de sua menina de ouro, Paraluello, que entrara na etapa final. Blomqvist empatou aos 43. Mas Carmona, logo em seguida, aos 44, fez o gol da vitória e colocou as espanholas na decisão e em busca do primeiro título.

A partida teve arbitragem brasileira com Edina Alves no apito e Neuza Back e Leila Cruz como auxiliares. A Espanha agora espera a vencedora de Austrália X Inglaterra. Estas duas seleções se enfrentam nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico de Sydney. A final ocorrerá no domingo, no mesmo Estádio Olímpico.

Espanha tenta mas não fura o bloqueio da Suécia

Alexia Putellas, a melhor do mundo, mas que vem de recuperação de lesão, começou como titular. Com ela a Espanha veio com um meio de campo muito técnico com Bonmatí e Abelleira. Mas, embora tivesse maior volume e posse de bola, as espanholas não conseguiam arranjar espaços. Assim, tirando um chute de fora da área de Carmona, que passou raspando, e chuveirinhos na área bem cortados pela defesa sueca, pouco fez de produtivo.

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Já a Suécia, mesmo com posse de 33% conseguiu, numa boa trama, quase chegar ao gol. Aos 41, após cruzamento da direita, a atacante Rolfo chutou de primeira, de esquerda. Mas a goleira Cata Coll fez grande defesa.

Publicidade

Paralluelo faz a diferença

No segundo tempo, a Suécia voltou mais ativa no ataque, sempre buscando chutar assim que tivesse espaço. Mas as seguras intervenções de Cata Coll evitaram problemas. Com Putellas apagada, o técnico Jorge Vilda tirou a sua craque aos 11 minutos e colocou a talismã Paralluelo, decisiva em várias partidas, incluindo as quartas de final contra a Holanda. E a atacante de 19 anos do Barcelona fez a Espanha retomar a pressão.

Aos 24, deu passe para Redondo, que, mesmo caída, chutou para fora. Foi a primeira grande chance da Espanha na etapa. Mas aos 35, não teve jeito. Após cruzamento da esquerda, a bola sobrou para Paralluelo chutar no canto esquerdo de Musovic. Espanha 1 a 0.

Publicidade

Fim de jogo com gols e muita emoção

A partir daí, loucura total. A Suécia se lançou e chegou ao empate, aos 43. O cruzamento de Rolfo da esquerda encontrou Hurting, que ajeitou para Blomqvist empatar. Mas a Espanha, no ataque seguinte, aos 44, voltou a ficar nas frente com um golaço. Carmona recebeu pela esquerda um escanteio cobrado da esquerda. E a lateral que quase marcou de fora da área no primeiro tempo, desta vez acertou em cheio. Sua bomba bateu no travessão e entrou. Um golaço.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.