Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Dono do Chelsea enfrenta saída iminente da presidência

Todd Boehly tem sido alvo de críticas da torcida e deve deixar o cargo em 2027

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Glyn Kirk/AFP via Getty Images
Foto: Glyn Kirk/AFP via Getty Images Foto: Glyn Kirk/AFP via Getty Images (Jogada 10)

Todd Boehly, dono do Chelsea desde 2022, está prestes a deixar a presidência do clube, mas isso só acontecerá em 2027, segundo o jornal britânico ‘Daily Mail’. Ele tem recebido muitas críticas dos torcedores dos Blues. No entanto, mesmo com sua saída iminente, há uma cláusula em seu contrato que poderia trazê-lo de volta ao comando.

De acordo com o ‘Daily Mail’, os donos americanos do Chelsea têm um acordo onde a presidência muda a cada cinco anos. A intenção atual é remover Boehly do cargo quando a oportunidade surgir no final da temporada 2026/2027.

Behdad Eghbali e José Feliciano, que controlam a Clearlake Capital, detêm 61,5% do clube, enquanto Boehly divide os restantes 38,5% com Hansjorg Wyss e Mark Walter.

Portanto, Eghbali ou Feliciano podem assumir a presidência, ou nomear um substituto. Embora o novo presidente ainda não tenha sido decidido, a saída de Todd Boehly é tida como certa. Segundo o ‘talkSport’, Boehly poderia retornar ao cargo através de uma cláusula no contrato em 2032, mas não está interessado, de acordo com o portal.

Publicidade

LEIA MAIS:Barcelona oferece novo cargo para Xavi

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.