Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Donato, brasileiro naturalizado espanhol, diz não ver racismo contra Vini Jr

Ex-jogador de Atlético de Madrid e Deportivo La Coruña, Donato afirma que Vini Jr tem que perdoar as pessoas

Jogada 10|

Foto: Reprodução Twitter @relevo
Foto: Reprodução Twitter @relevo Foto: Reprodução Twitter @relevo (Jogada 10)

Donato Gama da Silva, com passagens por America e Vasco no Brasil, se naturalizou espanhol após passagem com sucesso por Atlético de Madrid e Deportivo La Coruña. Nesta terça-feira (26), na véspera do amistoso entre Espanha e Brasil, ele deu uma declaração que causou revolta aos brasileiros em redes sociais. Donato disse que o que Vini Jr vem sofrendo no país europeu não é racismo, mas sim provocação. Além disso, afirmou que chamaria um negro dessa forma em campo apenas com o intuito de provocá-lo.

“Eu não posso dizer que a Espanha é racista. Há em todos os lugares. Vai sofrer porque é sul-americano e por sua cor. Já tivemos problemas também, mas nunca se falou tanto. Eu penso que é uma maneira de provocação. Se eu estou jogando contra um negro eu vou chamá-lo de negro para provocá-lo”, disse Donato.

“Nós vamos influenciando uns aos outros. Vinícius tem que perdoar as pessoas e procurar a jogar futebol, que é o que sabe fazer. Não é tema de racismo, é tema de provocação”, completou.

LEIA: Brasileira que vai a jogo contra Espanha diz: ‘Vini Jr não é o único a sofrer racismo’

Donato foi jogar no futebol espanhol em 1988, após conquistar mais de dez títulos pelo Vasco. Após passagem pelo Atlético de Madrid, se destacou com a camisa do La Coruña. Por lá conquistou um Campeonato Espanhol, além de duas edições da Copa Rei.

Naturalizado espanhol, disputou 12 partidas com a camisa da seleção local.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.