Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Dívida do Corinthians cresce no primeiro trimestre de 2024

Clube paulista gasta com anúncios de contratações para a temporada, mas se atrapalha financeiramente; veja números

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Jozzu/Agência Corinthians

O Corinthians está ainda mais endividado. De acordo com o balancete de março, o clube soma um endividamento de R$ 130 milhões nos primeiros três meses de 2024. A informação foi dada inicialmente pelo “ge”.

Deste modo, a dívida bruta do Corinthians passou de R$ 1,96 bilhão em dezembro de 2023 para R$ 2,1 bilhão em março deste ano, sendo R$ 1,39 bilhão do clube e R$ 717,8 milhões do estádio (financiamento com a Caixa).

Além disso, o aumento da dívida do clube está ligada aos investimentos feitos na contratação de jogadores, além do pagamento de multas, como no caso da demissão do técnico Mano Menezes. Afinal, o Timão contratou 11 jogadores e gastou aproximadamente R$ 130 milhões, de acordo com números divulgados.

No período, o Corinthians teve superávit de apenas R$ 10, 7 milhões no período. A previsão era de R$ 35,9 milhões. Foram R$ 25,1 milhões abaixo do esperado. Isso reflete o desequílibrio entre o que o clube tem arrecadado e gastado.

Publicidade

Fim da parceria

Para piorar a situação, a VaideBet, que era a patrocinadora master, anuniou a rescisão de contrato com o clube paulista. No contrato, o Timão receberia o total de R$ 370 milhões pels três anos de acordo.

Publicidade

A casa de apostas acionou uma cláusula anticorrupção e optou pelo rompimento do vínculo. A decisão aconteceu depois do início das investigações da Polícia Civil. Afinal, as autoridades analisam uma possível participação de uma empresa “laranja” nas negociações do patrocínio.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.