Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diretor do Flamengo será julgado por declarações contra arbitragem

Bruno Spindel corre risco de suspensão que varia entre 15 e 180 dias após duras críticas ao árbitro de Bragantino 1x1 Flamengo, pelo...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução / Premiere

Bruno Spindel, diretor executivo de futebol do Flamengo, foi denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em razão das fortes declarações contra a arbitragem após o empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, no Nabi Abi Chedid, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Ele irá a julgamento na próxima quarta-feira (29), a partir das 11h, e responderá pelo artigo 258 §2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata sobre “desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões”. O dirigente pode pegar gancho de 15 a 180 dias.

Duras críticas do diretor do Flamengo

Após o duelo em Bragança Paulista, Spindel fez duras críticas ao árbitro Paulo Cesar Zanovelli. Na ocasião, o dirigente não se conformou com o fato de o zagueiro Luan Cândido não ter recebido cartão vermelho e a não marcação de um pênalti sobre Luiz Araújo.

Publicidade

“O que está acontecendo é um acinte. O presidente de um clube diz que tem roubo, fraude e manipulação, outro diz que tem assalto e roubo, e os árbitros ficam acuados e vão prejudicando o Flamengo jogo após jogo. O que é mais acintoso é a falta de critério e sempre contra o Flamengo. Não consigo achar que isso é normal e que não tem alguma coisa por trás”, disse o dirigente.

“Como os árbitros vão trabalhar desse jeito? Quem grita mais, fala que tem roubo e assalto, é que vai ter benefício. Vamos ter que falar que tem roubo, manipulação e ordem de cima para começarem a respeitar o Flamengo? A CBF precisa esclarecer. Quem diz que tem roubo, assalto e manipulação não sofre nada, e quem não reclama é prejudicado. Isso é um absurdo. O jeito é levar para a CPI”, completou Spindel.

O árbitro da partida relatou na súmula um trecho da declaração do dirigente rubro-negro:

“Informo ainda que após o término da partida o diretor de futebol da equipe do Flamengo-RJ, Sr. Bruno Spindel, proferiu as seguintes palavras para a equipe de arbitragem: ‘Tá de sacanagem com a gente, desde o jogo do Botafogo-RJ que o VAR prejudica a gente'”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.