Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diniz promete chances a Felipe Andrade e revela que atleta já teve proposta

Treinador fala sobre polivalência do jovem da base tricolor e que ele está em fase de crescimento na carreira

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

- Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Depois da conquista da Libertadores na última temporada, o Fluminense reforçou seu elenco com algumas peças e tem nomes da base que podem ser mais utilizados em 2024. Assim, o treinador Fernando Diniz garantiu que o jovem zagueiro Felipe Andrade pode ser titular, ressaltou sua polivalência e que recusou uma proposta para a possível saída do atleta.

“O Felipe Andrade pode ser titular, tanto que tem entrado nos jogos. Ele pode jogar de volante, zagueiro ou lateral. Está com a gente desde o ano passado e evoluiu muito. Muita coisa. Ele está nesse processo de crescimento. Mas temos um olhar bastante cuidadoso com ele”, disse o comandante tricolor em entrevista ao portal “ge”.

“O Felipe Andrade teve proposta para sair, já me ligaram e eu quis que ele ficasse. Acho que ele melhora cada vez mais. Queremos ter ele no elenco e sempre temos um olhar especial para ele”, completou.

Publicidade

Outro jovem pede passagem

Além de Felipe Andrade, o treinador também falou sobre outra cria de Xerém, que teve oportunidades na temporada passada e tenta reencontrar seu espaço. Trata-se, portanto, de Alexander, que se tornou xodó dos torcedores na reta final de 2022 e no primeiro semestre de 2023.

Publicidade

No entanto, em maio do ano passado, o jogador teve uma lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo e também sofreu uma lesão grau três na coxa direita.

“O Alexsander é um grande talento. Na minha chegada, ele começou (para suprir) a carência na lateral-esquerda. Naquele momentos, decidimos que era o momento de segurar o Caio (Paulista), então decidimos dar uma preservada. Depois que Calegari machucou, ele virou titular. Alguns jogos depois, voltou para atuar como segundo volante”, explicou.

Publicidade

“Quando o Alexsander machucou, ele era um dos três melhores jogadores do time. Talvez o mais importante. Estava voando baixo. Teve a primeira lesão, depois veio a segunda que foi pior do que a primeira. Ele tem sofrido com lesões. Está adquirindo o seu melhor ritmo, a sua melhor forma. Nós esperamos que o Alexsander possa jogar no mesmo nível ou até melhor do que no ano passado”, concluiu.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.