Jogada 10 Diego Costa lamenta reta final do Botafogo: ‘Faltou maturidade’

Diego Costa lamenta reta final do Botafogo: ‘Faltou maturidade’

Centroavante afirma que a perda do título é culpa dos jogadores e não garantiu sua permanência na equipe carioca em 2024

Jogada 10

DHAVID NORMANDO/UTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 03.12.2023

O Botafogo ficou no empate sem gols com o Cruzeiro, neste domingo (3), no Nilton Santos, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Alvinegro não tem mais chances de ser campeão nacional. Após a partida, o atacante Diego Costa falou que a perda da competição é culpa dos jogadores, que deixaram ser levados pela euforia da torcida e não conseguiram lidar com a pressão na reta final do torneio.

“Fizemos um primeiro turno fora da média. No segundo turno, faltou maturidade para saber que o campeonato só acaba na última rodada. Era normal que o torcedor ficasse eufórico, mas nós não podíamos pegar essa atmosfera de fora. Da nossa parte, faltou humildade. Saber ler o momento de cada jogo, ver o momento que o clube estava vivendo. Deixar o ego de lado para conquistar resultados melhores”, disse Diego Costa, que prosseguiu.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

“Que isso sirva de aprendizado. Porque o futebol cobra. Temos que tirar uma lição moral. Porque ficar três meses, dez jogos sem ganhar não é admissível para o Botafogo. Se existe um culpado aqui, somos nós jogadores. Ser homem quando as coisas vão mal. Também tem que dar parabéns a tudo que eles construíram. Tem uma pessoa que está investindo. Fizemos uma campanha brilhante. Mas é isso, servir de aprendizado que o futebol só acaba na última partida”, completou.

Diego Costa não garante futuro no Botafogo

Aliás, o centroavante recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da última rodada do Brasileirão. O Botafogo encara o Internacional, na quarta-feira (6), às 21h30. Contudo, mesmo suspenso, o jogador não sabe se vai voltar a vestir a camisa do Glorioso.

“Eu não tenho nada pensado nesse momento. Não foi como eu esperava em termos de oportunidade, minutagem. Sei que tinha condições de ajudar melhor dentro de campo. Mas era normal porque o grupo vinha ganhando. O meu futuro não estou pensando agora. Acho que tem mais um jogo para definir tudo. Nunca vivi algo parecido em toda minha carreira de acontecer da maneira que foi. O grupo tentou dar o máximo. Pode ter faltado um pouco de caráter, humildade”, finalizou o centroavante.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas