Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Dibu Martínez, nos pênaltis, garante a Argentina na semifinal da Copa América

Após 1 a 1 no tempo normal e vendo Messi perder a sua penalidade, Hermanos veem seu goleiro defender duas cobranças e, adeus Equador

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Charly Triballeau -AFP via Getty Images

A Argentina é a primeira semifinalista da Copa América-2024. Mas foi um drama. Digno de um tango. Em jogo duríssimo, venceu o Equador apenas nos pênaltis, por 4 a 2, após por 1 a 1 no tempo normal. O duelo desta quinta-feira (4/7) ocorreu no NRG Stadium em Houston, no Texas, teve um gol de Lisandro Martínez para os hermanos no primeiro tempo. Mas o Equador (que perdeu um pênalti com Enner Valencia) empatou aos 45 da etapa final, com Kevin Rodríguez.  Contudo, nas penalidades, apesar de Messi perder a sua cobrança,  Dibu Martínez foi o cara. Afinal, defendeu dois penais e colocou a Argentina na próxima fase.

Com isso, os equatorianos voltam para casa. Já os argentinos farão a semifinal contra o vencedor de Venezuela x Canadá, que jogam nesta sexta-feira no AT&T, em Dallas. A semifinal ocorrerá na terça-feira (6/7), em Nova Jersey.

Equador guerreiro, mas Argentina abre vantagem

O Equador surpreendeu nos primeiros 30 minutos, anulando Messi e os atacantes da Argentina. Além disso, conseguiu sucesso nos avanços de Moisés Caicedo  e Hincapié pela esquerda. Quase marcou quando Caicedo fez grande jogada e tocou para o atacante Sarmiento chutar. Mas Dibu Martínez fez grande defesa.  Depois dos 30 minutos, Messi começou a aparecer. Aos 35, deu passe Para Enzo Fernández entrar na área e não marcar graças a uma abafada milagrosa do zagueiro Pacho. Mas, no escanteio desta jogada, Messi cobrou e, após Mac Allister desviar, o zagueiro Lisandro Martínez  fez 1 a 0 para os Hermanos.

Equatorianos perdem pênalti, mas empatam no fim

No segundo tempo, o Equador voltou com mais ímpeto ofensivo. Os argentinos, com a vantagem, esperavam o momento certo para dar o bote. O jogo ficou truncado. Entretanto, o Equador teve uma chance de ouro para empatar. Aos 16, após escanteio, a bola foi no braço de De Paul. Pênalti. Enner Valencia cobrou deslocando Dibu, mas a bola foi na trave direita do goleiro.

Publicidade

A Argentina voltu ao jogo, começou a dominar. Porém, nos 15 minutos finais, recuou demais. Os equatorianos foram para cima, o técnico Feliz Sánchez colocou o time com quatro atacantes e dois deles, aos 45 minutos, foram protagonistas  do lance do jogo. Yeboah recebeu pela direita e cruzou para Kevin Rodríguez para fazer 1 a 1. Como o terceiro atacante reserva que entrou, Jordy Caicedo, estava impedido, mas sem participar da jogada. O VAR demorou quatro minutos para confirmar o gol que levou a decisão para os pênaltis. Mas o Equador quase virou ainda no tempo corrido, uma cabeçada que passou raspando. Contudo, nos penais, deu Argentina. Deu Dibu. Os atuais campeões continentais e do mundo seguem vivos. Ufa!

Nos pênaltis

Para a Argentina: Álvarez, Mac Allister, Montiel e Otamendi marcaram; Messi chutou no travessão Para o Equador: Yaboah e Jordy Caicedo marcaram; Dibu Martínez defendeu as cobranças de Mena e de Minda

ARGENTINA 1X0 EQUADOR (nos pênaltis, Argentina 4 a 2)

Quartas de final da Copa América Data: 4/7/2024 Local: NGR Stadium, Houston (EUA) ARGENTINA: Dibu Martínez; Molina (Montiel, 49’/2ºT), Romero, Lisandro Martínez (Otamendi, 32’/2ºT) e Tagliafico; De Paul, Mac Allister, Enzo Fernández (Lo Celso, 32’/2ºT) e Messi; Nico González e Lautaro Martínez (Álvarez, 19’/2ºT). Técnico: Lionel Scaloni EQUADOR: Dominguez; Preciado, Félix Torres, Pacho e Hincapié; Alan Franco (Jordy Caicedo, 41’/2ºT) e Gruezo; Moisés Caicedo, Kendry Paez (Kevin, Rosdríguez, 31’/2ºT) e Sarmiento (Minda, 30’/2ºT); Enner Valencia (Yeboah, 33’/2ºT) Técnico: Félix Sánchez Blas. Árbitro: Andres Matonte (URU) Gols: Lisandro Martínez, 35’/1ºT (1-0) Auxiliares: Nicolas Tarán e Martin Soppi (ambos do Uruguai) VAR: Leodán González (URU) Cartões Amarelos: Nico González, Tagliafico (EQU); Enner Valencia, Caicedo (EQU)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.