Jogada 10 Derrota no Mundial de Clubes custa cargo de técnico do León

Derrota no Mundial de Clubes custa cargo de técnico do León

Nicolás Lacarmón estava no cargo desde novembro do ano passado

Jogada 10
Foto: Divulgação/León

Foto: Divulgação/León

Jogada 10

O confronto com o Urawa Reds nesta sexta-feira (15), pelo Mundial de Clubes, foi o último do técnico argentino Nicolás Larcamón como treinador do León. A decisão, oficializada em comunicado do clube mexicano através de seus canais oficiais, veio junto com o agradecimento a Larcamón e sua respectiva comissão técnica.

Todavia, houve também um tom de crítica nas palavras que foram inseridadas no comunicado do León. Isso porque, ao fim da nota, o clube se disse “envergonhado pela forma que a equipe deixa o torneio mais importante” de sua história. Além disso, pontua que a representação do México “deve recuperar sua mística, identidade, vocação e valentia’ caracaterísticas da identidade desejada.

Apesar do revés em si gerar uma repercussão impactante, fato é que os números gerais angariados por Nicolás Larcamón em 2023/2024 também impactaram na decisão. Em 23 jogos entre Mundial de Clubes, Apertura da Liga MX e Leagues Cup, foram oito vitórias, sete empates e oito reveses. Quando se soma a temporada passada, de sua chegada, a estatística de 41 compromissos é refletida em 20 triunfos, dez resultados de igualdade e 11 derrotas.

O profissional de 39 anos iniciou sua trajetória como treinador na Venezuela, dirigindo o Anzoátegui, antes de rumar para outro país sul-americano, o Chile. Lá, trabalhou em Antofagasta, Hucahipato e Curicó Unido em funções que chamaram a atenção do futebol mexicano. Com isso, ele trabalhou por três temporadas no Puebla até acertar sua ida para o León, em novembro do ano passado.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas