Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Denúncia de estupro leva jogadores da Premier League à prisão

Atletas tem 19 anos e atuam no mesmo clube, mas nem a agremiação nem a identidade dos jogagores foram reveladas

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Divulgação/PL

Dois atletas da Premier League foram detidos nesta terça-feira (23), após uma denúncia de estupro às autoridades britânicas. Não há informação sobre suas identidades, mas ambos têm 19 anos e representam o mesmo clube. Este, aliás, também não teve seu nome divulgado.

De acordo com relatos da mídia britânica, os dois jogadores passaram por interrogatório e, em seguida, a polícia os liberou sob fiança. O incidente de agressão sexual teria ocorrido na última sexta-feira (23), com a vítima procurando a polícia poucas horas após o ocorrido.

O jornal “The Sun” contatou as autoridades policiais, que confirmaram a detenção de dois jogadores da Premier League. Um sob suspeita de agressão sexual e o outro por cumplicidade na agressão. Segundo o mesmo veículo, um representante de um clube afirmou que o assunto está agora sob responsabilidade da polícia.

Publicidade

Denúncia não é a primeira

Este, contudo, não é o primeiro caso de investigação de agressão sexual envolvendo um jogador da Premier League. Em outubro de 2022, o atacante Mason Greenwood, do Manchester United, enfrentou acusações semelhantes, que foram arquivadas em fevereiro de 2023. Greenwood, aliás, negou veementemente as acusações contra ele e posteriormente foi jogar no Getafe por empréstimo.

Publicidade

No início desta temporada, o jornal “Telegraph” também relatou um incidente semelhante envolvendo um jogador da Premier League. A polícia estava planejando abrir uma segunda linha de investigação sobre o assunto, mas deu mais informações sobre o caso.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.