Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

De Ligt, do Bayern, diz que assistente assumiu erro em impedimento

Zagueiro da equipe bávara afirmou que um dos auxiliares da arbitragem o procurou e se desculpou após jogo com o Real Madrid

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Thomas Coex / AFP via Getty Images

O zagueiro holandês Matthijs de Ligt, jogador do Bayern de Munique, afirmou que um dos juízes auxiliares o abordou após o confronto contra o Real Madrid de hoje, pedindo desculpas por um equívoco ocorrido no desfecho da partida. O time bávaro perdeu por 2 a 1 e eliminado nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa.

O lance controverso aconteceu nos momentos finais da partida e poderia resultar no empate para o Bayern. Müller desviou um cruzamento de cabeça, Pavlovic pegou o rebote e chutou a gol. Entretanto, no momento do rebote, a jogada já havia sido interrompida.

De Ligt critica protocolo

Publicidade

De Ligt considera que o protocolo não foi devidamente seguido. O zagueiro argumentou que, dado que o lance estava em jogo, não deveria parar. Segundo ele, a jogada deveria ter sido revisada pelo VAR.

“Há regras no futebol. E as regras afirmam que, se não houver um impedimento claro – o que não houve -, devemos seguir a jogada até o fim. Apitar daquela forma no último minuto… Acredito que foi um grande equívoco. Não sei se estava em impedimento ou não, mas deveriam ter verificado. Se não verificarem, como podem ter certeza?”, questionou.

Publicidade

O Real Madrid teve um gol anulado inicialmente em campo, mas validado após revisão do VAR. De Ligt mencionou o segundo gol de Joselu, que deu a vitória aos espanhóis. Na ocasião, o lance prosseguiu até o final, o árbitro invalidou o gol, mas as linhas de revisão mostraram que a posição do atacante do Real Madrid era legal.

“O segundo gol do Real Madrid, de Joselu com assistência de Rudiger, foi assim. Ele não estava impedido por pouco. Se o árbitro tivesse apitado, a jogada também teria parado. Essa foi a diferença. E é uma vergonha”, reclamou.

Publicidade

Ausência de títulos

O defensor, em suma, evitou culpar a arbitragem pela derrota do Bayern de Munique. De Ligt, por fim, também reconheceu que a ausência de títulos nesta temporada é um alerta para a equipe, que precisa se reinventar na próxima temporada.

“O árbitro auxiliar veio até mim e disse: ‘sinto muito, cometi um erro’. No final das contas, não sou do tipo que culpa o árbitro por uma derrota ou vitória. O Real Madrid mereceu vencer. Mas, uma regra é uma regra”, protestou.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.