Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Danilo faz reflexão sobre machismo e pede conscientização: ‘Entender o nosso papel’

Atleta é o novo capitão da seleção e propôs à CBF um trabalho com as categorias de base após casos de Robinho e Daniel Alves

Jogada 10|

- Foto: Rafael Ribeiro / CBF
- Foto: Rafael Ribeiro / CBF - Foto: Rafael Ribeiro / CBF (Jogada 10)

Atleta mais experiente da lista de Dorival Júnior, Danilo será o capitão nos primeiros amistosos do treinador à frente da seleção, diante de Inglaterra e Espanha. Em coletiva de imprensa, o jogador fez uma reflexão ao ser perguntado sobre as condenações de Daniel Alves e Robinho por violência sexual. Assim, o jogador pediu conscientização desde as categorias de base dentro do futebol brasileiro.

“Acho interessante a forma como você colocou a pergunta, pois é forma convidativa de abordar o tema. Existem julgamentos de todas as partes, é complicado falar. Mas hoje, como o jogador há mais tempo na seleção, é importante que eu fale dentro da amplitude do tema. É importante passar por essa conscientização dentro da base do Brasil, futebol brasileiro passando pela base, mas refletir também só sobre isso acontecer apenas no futebol. É reflexo da sociedade”, disse:

“Nós enquanto atletas de alto nível temos que entender o papel, ações, que elas têm poder maior de influenciar positivamente ou negativamente. Temos que entender o papel de jogar futebol, mas também de servir de exemplo de comportamento, de como lidar fora de campo, para a juventude. Tento me dissociar da figura como jogador de futebol, pois a vida continua. Isso é apenas uma parte. Dentro da parcela da minha vida, cabe aprendizado, evolução pessoal. Eu busco isso”, acrescentou.

“Temos mães, irmãs, filhas, esposas, namoradas, e essas mulheres passam por provações e pensamentos que nós homens não passamos. A roupa que vai sair ou não, por suposto precedente de algo. Conversei com uma pessoa sobre ver um caminhão parado numa rua e ela não passar atrás por receio de fazer mal. Nós homens não temos esse pensamento. É importante iniciar essa conscientização, trazer debate para a juventude, se colocando no lugar da mulher de forma mais empática para que tenham mais liberdade de ocupar o espaço que devem ocupar’, completou.

Publicidade

Importância da psicologia no futebol

Novo capitão da seleção, o jogador é engajado em questões sociais. Em 2002, criou o projeto Voz Futura, que tem como objetivo promover debates e inspirar pessoas. Danilo, de 33 anos, foi o primeiro atleta da seleção a comentar as recentes condenações de Robinho e Daniel Alves.

Além disso, o jogador sempre demonstrou em campo ter a liderança necessária para contribuir com os mais jovens, algo que chamou a atenção de Dorival. O lateral, que está na seleção desde 2011, também falou sobre a importância da nova psicóloga da seleção, Marisa Santiago, apresentada esta semana pela entidade, depois de dez sem um profissional ocupar a função.

Publicidade

“Eu falei antes que a seleção tinha que ter e continuo sendo um defensor. Não é ponto principal para vencer ou perder, mas faz parte. Técnica, tática, física e mental. Isso pode aumentar as possibilidades da seleção vencer. É um trabalho muito importante, que não pode ser imposto. À disposição e que passa de conscientização de que é necessário e pode ajudar em campo. Se demonstra razão, resultado, e tem tudo para ser uma ideia comprada por todos”, concluiu.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.