Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Cruzeiro vence e entra no G6; Fluminense afundado zona de rebaixamento

Gols de William definem o 2 a 0 que leva a Raposa ao Top6. Flu melhora na etapa final, mas perde outra e está no Z4

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro segue subindo na tabela e desta vez mostrou a sua força ao bater o desfalcado Fluminense por 2 a 0. O jogo desta quarta-feira (19/6) valeu pela décima rodada da Série A do Brasileiro. William foi o cara. Afinal, fez um gol de pênalti no fim do primeiro tempo, e nos acréscimos marcou um golaço. Assim, definiu o resultado que faz a Raposa chegar ao sexto lugar, com 17 pontos (e menos um jogo). Já o Tricolor carioca está na zona de rebaixamento, com seis pontos (e dez jogos), em penúltimo lugar.

O Cruzeiro foi bem melhor na primeira etapa, abrindo vantagem. O Tricolor, com dez desfalques – sendo quatro deles titulares (Samuel Xavier, Felipe Melo, André e Ganso)- cresceu na etapa final, favorecido pelo fato de a  Raposa recuar demais. Entretanto, não teve sucesso nos arremates.

Confira os jogos do Brasileirão-2024

Cruzeiro manda no primeiro tempo

Publicidade

Os primeiros 20 minutos foram marcados pelo domínio do Cruzeiro, com bom toque e mais incisivo no ataque. Mas também pelas falhas individuais que quase resultaram em gol para ambos os times. Para o Cruzeiro, um cruzamento da direita seria defendido por Fábio (homenageado pelo Cruzeiro, seu ex-clube) , mas Thiago Santos foi cortar, matou o goleiro e não saiu um gol contra por sorte. Já o Flu quase marcou num lance inusitado. O goleiro Anderson recebeu uma bola em troca de passes e ao tocar para Marlon na lateral esquerda bateu mal e quase fez contra.  Em lances trabalhados, a grande chance foi cruzeirense. Aos 13, Matheus Pereira fez um lançamento de craque para Marlon entrar livre na área pela esquerda. Porém, ele chutou cruzado para fora.

Com maior volume e alugando a intermediária do desfalcado Fluminense, o Cruzeiro chegou aos gol aos 41. Um chute de Marlon na área bateu no braço de Thiago Santos. O árbitro nada marcou. Mas o VAR o chamou. E o pênalti foi confirmado. William cobrou fraco, no canto esquerdo de Fábio, que chegou na bola. Entretanto, não evitou que ela entrasse. Cruzeiro 1 a 0.

Publicidade

Fluminense melhora, mas não empata

O Fluminense não mudou o seu estilo de jogo de toques curtos desde a defesa. Mas veio com Douglas Costa caindo pela direita e isso melhorou o ataque carioca. Assim, quase empatou aos cinco numa cabeçada de Cano após cruzamento de Diogo Barbosa, para grande defesa de Anderson. Mas a verdade é que o time errava muito no passe. E um desses erros resultou num lance de perigo de Matheus Pereira. Recebeu livre na área. Mas chutou para fora. Depois dos 15 minutos, o Flu, buscando o empate, passou a pressionar, mas parou nas defesas de Anderson.

Publicidade

Golaço de William

O Cruzeiro, na reta final, passou a jogar em contra-ataques e, num deles, aos 48 minutos, o lance foi fatal. William pegou a bola na sua intermediária, partiu passando por todos os rivais até entrar na área e chutar com força para fazer um golaço.

CRUZEIRO 2X0 FLUMINENSE

10ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 19/6/2024
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Público: 28.812
Renda: R$ 831.555,00
CRUZEIRO: Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Marlon; Ramiro, Felipe Machado (Vitinho, 18’/2ºT), Lucas Silva (Japa, 37’/2ºT) e Matheus Pereira; Gabriel Verón (Arthur Gomes, 25’/2ºT)e Robert (Villalba, 37’/2ºT). Técnico: Fernando Seabra.
FLUMINENSE: Fábio; Marquinhos (Calegari, 30’1/1ºT), Marlon, Thiago Santos (Gabriel Pires, Intervalo) e Diogo Barbosa; Martinelli, Lima, Douglas Costa (Keno, 31’/2ºT) e Renato Augusto (Terans, 31’/2ºT); John Kennedy e Germán Cano (Kauã Elias, 18’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.
Gols: William, de pênalti, 41’/1ºT (1-0); William, 48/2ºT (2-0)
Arbitragem: Matheus Delgado Candaçan (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (Fifa-SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Daiane Muniz (Fifa-SP)
Cartões Amarelos: Matheus Pereira, Machado, Robert (CRU); Diogo Barbosa, Thiago Santos, Fernando Diniz (FLU)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.