Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Coudet diz que derrota não apaga boa atuação do Inter

Técnico colorado diz que time criou boas situações de gol e enaltece rendimento diante do Fucacão na Ligga Arena

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Divulgação / Internacional

O Internacional teve oportunidades de marcar, contudo saiu de Curitiba com uma derrota de 1 a 0 para o Athletico-PR, na terceira partida do Campeonato Brasileiro, neste domingo (21). Após o jogo, o técnico Eduardo Coudet expressou sua satisfação com a performance da equipe. Além disso, explicou que alterou a estratégia por conta do gramado sintético da Ligga Arena.

Foi apenas a segunda derrota do Internacional em 2024. Anteriormente, a equipe de Coudet somou 16 jogos sem perder. O técnico lamentou o resultado negativo e mencionou a dificuldade de criar muitas oportunidades.

“O que faltou foi o gol. Tivemos inegavelmente muitas oportunidades. Estou orgulhoso da performance da equipe, pois é muito desafiador enfrentar um campo e um estilo de futebol diferentes e mesmo assim conseguir finalizar quase 20 vezes e adaptar-se às condições. Demonstramos protagonismo para buscar os três pontos e sair daqui da melhor forma possível”, explicou o argentino.

Publicidade

Coudet enaltece atuação coletiva

“Às vezes é difícil falar sobre uma boa performance quando se perde. Mas acredito que tivemos uma boa atuação. Criamos oportunidades. Quando começarmos a converter todas as chances que criamos, será muito mais fácil”, acrescentou.

Publicidade

Borré desperdiçou as melhores chances, inclusive uma delas defendida por Bento, e no rebote, o colombiano não conseguiu marcar com o gol vazio, já que Thiago Heleno salvou quase em cima da linha. Wesley também teve chances e tentou chutes de média distância com frequência.

O treinador explicou que precisou ajustar a estratégia devido às características do gramado sintético da Ligga Arena. Ele optou por explorar mais os lados do campo do que o centro.

Publicidade

“Tenho que destacar as características do campo. É difícil jogar pelo meio. Leva mais tempo para controlar a bola, já que ela está sempre quicando. É mais eficaz jogar pelas laterais. Por isso, tentamos finalizar constantemente por causa das condições do campo. O ajuste fino é complicado. Criamos muitas oportunidades. É doloroso sair daqui de mãos vazias. Mas estou orgulhoso do trabalho da equipe”, disse Coudet.

A equipe retorna a Porto Alegre ainda no domingo e terá folga na segunda-feira. Na quinta-feira, o Internacional volta a jogar pela terceira rodada do Grupo C da Sul-Americana, enfrentando o Delfín no Estádio Jocay, na cidade de Manta, Equador.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.