Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Corinthians inicia semana precisando resolver ‘crise política’

Timão vive briga nos bastidores envolvendo o presidente Augusto Melo e o diretor de futebol Rubens Gomes, que pode deixar o cargo

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Fotos: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians não vive uma pressão só dentro de campo, mas fora dele também. Afinal, o Timão ainda não venceu no Campeonato Brasileiro e amargou mais uma derrota na competição neste sábado (20), para o RB Bragantino, fora de casa. Para piorar, o clima nos bastidores esquentou nos últimos dias entre o presidente Augusto Melo e o diretor de futebol Rubens Gomes.

Na semana passada, Rubão deu declarações fortes, dizendo que “foi montado um governo paralelo no Corinthians”. Ele se referia às comissões temáticas instituídas no Conselho. Publicamente, o presidente Augusto Melo prometeu que, nesta semana, vai “corrigir tudo”, indicando até a possibilidade de derrubar Rubens Gomes do cargo.

“Isso é Corinthians. Brincadeira isso aí. As pessoas que dizem que são corintianos tem que trabalhar para o Corinthians, fazer o que nós estamos fazendo, trabalhando 24 horas pelo Corinthians, largando família, largando finais de semana, largando tudo em prol do Corinthians, estamos trabalhando dia e noite para tentar arrumar isso, dia e noite para buscar bons parceiros, de repente acontece tudo isso aí e atrapalha. Essa semana vamos corrigir isso, pode ter certeza”, disse Augusto Melo, após o duelo contra o RB Bragantino.

Publicidade

Nome relevante na política corintiana há décadas, Rubão foi um dos principais articuladores da campanha de Augusto Melo, que tirou o grupo Renovação e Transparência do poder do Corinthians, após 16 anos. A possível saída de Rubens Gomes seria o estopim de uma crise instalada. O mandatário vem ouvindo pedidos para tirar o diretor do cargo e trocá-lo por Fran Papaiordanou, outro conselheiro vitalício do clube.

Crise política afeta Corinthians dentro de campo

Publicidade

O fato é que a crise política também vem afetando dentro do gramado. Após o duelo contra o RB Bragantino, o goleiro Cássio disse que o clube inteiro precisa estar em ”sintonia”, ao ser questionado sobre a briga entre os dirigentes.

“Não atrapalha, mas é sempre legal as coisas estarem em sintonia. Nunca é legal… É difícil falar sobre isso, eu não sei o que está acontecendo, pode ser que eu esteja falando uma bobagem, eu vejo o que está saindo. Para as coisas acontecerem bem, tem que estar tudo em sintonia, fluindo. Não sei o que está acontecendo. Nesse momento, que o Corinthians vem de derrotas, precisamos estar ainda mais unidos, juntos para sairmos dessas situações”, disse Cássio.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.