Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Corinthians é condenado a pagar R$ 1,7 milhão para Cantillo

Jogador cobrava R$ 2,4 milhões, mas Justiça diminuiu este valor. Timão pode recorrer da decisão

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians foi condenado em primeira instância na Justiça do Trabalho a pagar R$1,7 milhão ao volante Cantillo. O processo vem sendo movido pelo próprio jogador, que deixou o Timão em 2023 e defende a camisa do Junior Barranquilla, da Colômbia, atualmente. O Alvinegro pode recorrer.

A sentença acabou sendo proferida pelo juiz Jean Marcel Mariano de Oliveira, da 45ª Vara do Trabalho de São Paulo, na quinta-feira passada. Na última segunda (20), o mesmo juiz negou embargos de declaração apresentados pelo Corinthians. Cantillo alega ter valores a receber referentes a Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), multas e divergências em verbas rescisórias.

Inicialmente, Cantillo cobrava R$ 2,4 milhões, mas o Corinthians conseguiu provar que pagou uma quantia referente a verba rescisória do jogador. Assim, o valor caiu para R$1,7 milhão. O estafe do atleta alega que tentou um acordo amigável com o clube, mas não teve êxito e, por isso, decidiu recorrer à Justiça. Diferente de alguns atletas, o colombiano não tinha direitos de imagem a receber.

Publicidade

Passagem de Cantillo no Corinthians

Pelo Corinthians, Cantillo disputou 118 jogos e fez dois gols. Contudo, no final do ano passado, viu seu espaço diminuir drasticamente. Assim, sem estar nos planos de Mano Menezes, que iniciou a temporada no Timão, ele pediu transferência e acertou com o Junior Barranquilla, clube aonde atuou antes de chegar ao Timão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.