Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Consórcio formado por Vasco e WTorre aciona Justiça para suspender licitação do Maracanã

Segundo documento, que o Jogada10 teve acesso, o consórcio aponta falhas no Edital e pede inabilitação da dupla Fla/Flu

Jogada 10|

Foto: Leandro Amorim/Vasco
Foto: Leandro Amorim/Vasco Foto: Leandro Amorim/Vasco (Jogada 10)

O Consórcio Maracanã para Todos, formado por Vasco e WTorre, acionou a Justiça, na última quarta-feira (28), com intuito de suspender o processo licitatório do Maracanã e inabilitar o Consórcio Fla/Flu e o RNGD, empresa da Arena 360, grupo de Brasília que também concorre pela gestão.

A informação foi divulgada nesta sexta (1º) inicialmente pelo canal “Atenção, Vascaínos” e confirmada pelo Jogada10. O mandado de segurança com pedido de concessão liminar feito pelo consórcio busca a interrupção do processo.

O argumento principal é que o edital apresenta falhas, tal qual a candidatura da dupla Flamengo/Fluminense e do RNGD. Dois desembargadores declararam suspeição para julgar a ação.

Segundo o documento, que o J10 teve acesso, ‘o Edital utiliza critérios diferentes para a atribuição de pontuação na avaliação técnica e na avaliação de preço. Esse fato gera um enorme descompasso entre as propostas e colocam os proponentes em situações de desigualdade.’

Publicidade

Além disso, ‘o Edital se diz ser do tipo técnica e preço, quando na verdade o critério preço é absolutamente irrelevante. Da forma como montado, pelos métodos e valores de pontuação utilizados, se um participante ofertar proposta mil vezes maior do que os demais ele jamais ganhará de dois times grandes reunidos em consórcio’.

O documento também fala em ‘permissão precária de uso’ e histórico de vícios, entre outros. A abertura dos envelopes de proposta técnica da licitação será realizada na próxima terça (5).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.