Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Conmebol não escala Daronco após polêmica na Libertadores

Situação ocorre após críticas por parte do River Plate, em partida contra o Nacional, no Uruguai

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Dante Fernandez/AFP via Getty Images

As reclamações do River Plate sobre o árbitro Anderson Daronco, em partida contra o Nacional, pela Libertadores, parece terem sido levadas em consideração pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

De acordo com informação do jornalista Germán García Nova, a entidade sul-americana decidiu não escalar o brasileiro para nenhuma partida da próxima rodada tanto da Libertadores como na Sul-Americana.

A tendência, aliás, é que essa não seja a única oportunidade que Daronco ficará de fora das partidas válidas pela fase de grupos. Isso porque está em séria consideração a chance de que ele também não atue na última rodada.

Publicidade

Oficialmente, a Conmebol não se pronunciou e soa como pouco provável qualquer emissão de posicionamento oficial. Desse modo, não há maiores informações se a ausência se dará pelas polêmicas em Nacional x River Plate ou pela situação que vive o estado natal de Anderson Daronco, o Rio Grande do Sul. Filiado a Federação Gaúcha de Futebol, o profissional de 43 anos de idade vive em sua cidade natal, Santa Maria, distante 291 quilômetros de Porto Alegre.

Relembre o caso

Publicidade

O lance que gerou maiores apontamentos por parte do clube argentino foi a dura entrada de Leandro Lozano sobre Rodrigo Aliendro. Mesmo com a intensidade e a seguinte confusão envolvendo diversos jogadores, nenhum cartão vermelho foi mostrado.

“Vocês (jornalistas) sabem que eu nunca falei sobre os árbitros desde que estou no River, mas há coisas que estavam evidentes. No segundo tempo, nos primeiros 10, 15 minutos, se premiou não jogar futebol e, depois, bem… Todo mundo está em seus telefones, WhatsApp e televisão mostrando que, em primeiro lugar, felizmente Rodrigo Aliendro não sofreu uma fratura. E, em seguida, o jogador que foi advertido, eu acho que ele merecia não ficar no campo por causa de sua atitude antidesportiva no tumulto onde todos nós estamos à flor da pele. Mas eu acho que houve uma atitude totalmente antidesportiva que, se viram isso (equipe do VAR), só o puniram com cartão amarelo”, afirmou, em entrevista coletiva, o técnico do River Plate, Martín Demichelis.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.