Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com dois a menos, Bragantino vence o Santos pelo Campeonato Paulista

Eduardo Sasha marca o gol do Massa Bruta no Nabi Abi Chedid, mesmo com as expulsões de Luan Cândido e Thiago Borbas, no fim

Jogada 10|

- Foto: Diogo Reis/Ag. Paulistão
- Foto: Diogo Reis/Ag. Paulistão - Foto: Diogo Reis/Ag. Paulistão (Jogada 10)

No Nabi Abi Chedid, o Red Bull Bragantino derrotou o Santos por 1 a 0 e garantiu a primeira colocação do Grupo C do Campeonato Paulista. Eduardo Sasha, ainda no primeiro tempo, aplicou a lei do ex e marcou o gol do triunfo do Massa Bruta, que chegou aos 21 pontos, e encerrou o jogo com duas expulsões. O Peixe também já está classificado para as quartas de finais do Estadual e soma 22, como líder do Grupo A.

Na próxima rodada, o Massa Bruta mede forças com o Guarani, dia 10, às 16h (de Brasília), no Brinco de Ouro. O Peixe, por sua vez, enfrenta a Inter de Limeira, no mesmo dia e horário, na Vila Belmiro. Antes disso, os comandados de Pedro Caixinha enfrentam o Botafogo, quarta-feira (6), às 21h30 (de Brasília), no Nilton Santos, pela Libertadores.

Dificuldades ofensivas

Garantido na próxima fase do Paulistão, o Santos utilizou o duelo contra o Red Bull Bragantino, fora de casa, como um bom testes já visando a sequência da temporada. Ambas as equipes tiveram dificuldade em incomodar os goleiros Eduardo Sasha arriscou de fora da área, mas facilitou a defesa de João Paulo.

Lei do ex impera

Com muita liberdade, Helinho se lançou na intermediário e encontrou Eduardo Sasha em profundida, de frente para o goleiro João Paulo. Assim, o atacante fez o movimento nas costas de Joaquim e finalizou na saída do arqueiro santista para abrir o placar no Nabi Abi Chedid.

Publicidade

Escolhas equivocadas

Na frente no placar, o Massa Bruta passou a pressionar o adversário com mais frequência, porém o Peixe conseguiu algumas jogadas rápidas de contra-ataque. Os comandados de Fábio Carille, no entanto, pecaram no último passe e no poder de decisão, sempre escolhendo a pior jogada, Pedrinho teve a chance de arriscar um chute de fora da área, mas não aproveitou e mandou para a linha de fundo.

Agressão e expulsão

Na volta do intervalo, logo aos 3, Luan Cândido chegou atrasado em uma disputa de bola com Wesley Patati e acertou uma cotovelada no adversário. Após consulta ao VAR, o árbitro Fabiano Monteiro dos Santos aplicou o vermelho.

Publicidade

Chances lá… e cá

Felipe Jonathan, que entrou na volta do intervalo, recebeu dentro da área e obrigou Cleiton a fazer uma boa defesa. No rebote, Léo Realpe evitou a finalização de Wesley. No contra-ataque, o Bragantino quase ampliou, quando Thiago Borba ficou cara a cara com o arqueiro do Peixe, mas não acertou o alvo.

Dois a menos

Na reta final da partida, João Schmidt teve duas boas chances de empatar para o Santos, mas parou em Cleiton. Na primeira delas, o meio-campista finalizou da entrada da área, mas mandou por cima da meta do Massa Bruna. Dessa forma, na segunda tentativa, arriscou na pequena área, mas o goleiro não deu espaço.

Publicidade

Ainda nos minutos finais, Thiago Borbas fez falta a viu um novo cartão amarelo, o que gerou sua expulsão. Mesmo com dois a menos, o Bragantino segurou o resultado e garantiu a liderança do Grupo C.

RED BULL BRAGANTINO 1 X 0 SANTOS

Campeonato Paulista – 11ª rodada

Data e horário: 03/03/2024, às 18h (de Brasília)

Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Gols: Eduardo Sasha 28’/1ºT (1-0)

BRAGANTINO: Cleiton; Nathan Mendes, Lucas Cunha, Luan Cândido e Juninho Capixaba; Jadsom, Gustavinho e Lincoln Léo Realpe 6’/2ºT); Helinho (Guilherme Lopes 17’/2ºT), Eduardo Sasha (Thiago Borbas 6’/2ºT) e Vitinho (Laquintana 14’/2ºT). Técnico: Pedro Caixinha.

SANTOS: João Paulo; Aderlan, Gil (Rincón 38’/2ºT), Joaquim e Hayner; João Schmidt, Diego Pituca (Nonato 22’/2ºT) e Cazares; Guilherme, Morelos e Pedrinho (Júlio Furch 22’/2ºT). Técnico: Fábio Carille

Árbitro: Fabiano Monteiro dos Santos

Auxiliares: Risser Jarussi Corrêa e Leandro Matos Feitosa

VAR: Adriano de Assis Miranda

Cartões Amarelos: Cleiton e Thiago Borbas (BRA) / Aderlan (SAN)

Cartões Vermelhos: Luan Cândido (BRA)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.