Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Com cirurgia à vista, Dinenno pode desfalcar o Cruzeiro por meses

Atacante argentino que chegou ao Cruzeiro em janeiro, Dinenno sofreu lesão e só atuou em 14 jogos desde a chegada

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O atacante Juan Dinenno, do Cruzeiro, não deve voltar tão cedo aos gramados. Afinal, além de estar afastado para tratamento, ele deve passar por uma cirurgia. A informação é do jornalista Samuel Venâncio.

O jogador argentino, de 29 anos, sofreu um edema na coxa esquerda, que acabou provocando, também, dores no púbis. Ele ficou com dificuldade para se movimentar em campo. Além disso, teve fratura no nariz. Assim, se houver a cirurgia, a expectativa é de que o afastamento dure cerca de três meses.

Dinenno chegou em janeiro e jogou 14 vezes

Contratado em janeiro de 2024, o argentino atuou em 14 jogos e fez 5 gols. Sua última participação foi na partida contra o Alianza, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana, no dia 11 de abril: um empate em 3 a 3 na segunda rodada da fase de grupos da competição. Antes mesmo disso, ele já vinha se queixando de incômodo e não foi titular nas semifinais do Campeonato Mineiro contra o Tombense, nos dias 10 e 16 de março. 

Publicidade

Cria do Racing, jogou em 7 clubes antes do Cruzeiro

Nascido em Rosario em 28/8/1994, o centroavante de 1,86 metro chegou ao Cruzeiro em janeiro de 2024, após quatro anos no Pumas, do México. Cria do Racing, ele também passou por outros cinco clubes (Temperley e Aldovisi, na Argentina; Cuenca e Barcelona, no Equador; e Cali, na Colômbia) antes de chegar ao México e, de lá, vir para o Brasil.

Publicidade

Com sua lesão e o risco de afastamento duradouro, a direção do Cruzeiro já estuda a contratação de um atacante que possa suprir a vaga.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.