Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Colômbia, na raça, vence Uruguai e fará final da Copa América com a Argentina

Mesmo com dez durante todo o segundo tempo, colombianos seguram o 1 a 0, gol de Lerma e vai em busca do bi (ganhou em 2001)

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Juan Mabromata / AFP via Getty Images

A Colômbia fará a final da Copa América contra a Argentina. A vaga foi obtida nesta quarta-feira (10/7) após vencer o Uruguai por 1 a 0 no Bank Of America Stadium, em Charlotte, pela semifinal do torneio. Foi um triunfo na raça, já que o time, no equilibrado primeiro tempo, saiu na frente com um gol de Lerma, aos 39 minutos. Porém, como Muñoz foi expulso no fim da etapa inicial, conseguiu segurar o ímpeto da Celeste na reta final, que massacrou no ataque, mas não teve sucesso na finalização. A Colômbia, além de chegar na final, chega ao sei 28º jogo sem derrota.

Agora a Colômbia, campeã da Copa América em 20o1, vai buscar seu segundo caneco. Os argentinos (que eliminaram o Canadá na outra semifinal)  buscarão o 16º título para se tornar o maior vencedor da competição (hoje tem os mesmos 15 títulos do Uruguai). A final será no domingo (14/7), às 21h (de Brasília), no Sun Life, em Miami. Mas os colombianos, além de Muñoz não contará com Richard Ríos, que saiu lesionado no duelo contra os uruguaios.

Colômbia sai na frente, mas tem um expulso

O primeiro tempo foi de equilíbrio na posse (Colombia 51% a 49%) e as seleções buscando o ataque. Mas com dificuldade para encontrar espaços diante das defesas. O Uruguai buscou sempre Darwin Núñez, que não se furtou a tentar a finalização. Tanto que das quatro chances que a Celeste deu no primeiro tempo, três foram dele. Mas a Colômbia teve oportunidades mais claras, como um chute de Richard Ríos que Rochet fez grande defesa. Com maior objetividade, o time colombiano chegou ao gol aos 39 minutos. James Rodríguez cobrou escanteio e Lerma ganhou no alto de Giménez para fazer 1 a 0.

Publicidade

Contudo, aos 45, o time colombiano ficou com um a menos. Afinal, o lateral-direito Munõz, que já tinha amarelo, deu cotovelada em Ugarte e acabou expulso.  Assim, o Uruguai teria um segundo tempo inteiro com 11 contra 10 para buscar a reação.

Segundo tempo só da Uruguai

Publicidade

Como era esperado, o Uruguai foi para cima em busca do empate. Fechada, a Colômbia perdeu Richard Ríos, machucado. O treinador Néstor Lorenzo aproveitou para colocar mais um  volante, Uribe, fechando de vez a defesa. Dessa forma, apostava apenas em contra-ataques. O técnico Marcelo Bielsa que já entrara com Arrascaeta reforçando o ataque uruguaio, tirou o lateral Varela (que entrara no primeiro tempo) e colocou em seu lugar Luisito Suárez. O astro, logo primeira chance que teve mandou na trave.

Era um massacre uruguaio. Varela mandou uma que raspou a trave direita de Vargas. Arrascaeta cansou de cruzar bolas na área, rechaçadas pela defesa colombiana. Contudo, com poucos defensores, deu espaços para a Colômbia, que teve tudo para ampliar com Uribe, aos 42. Mas jogou fora. O drama era total, o Uruguai tinha cinco atacantes e tentava a todo custo. E a Colômbia? Num contra-ataque, Uribe, livre chutou no travessão. Não podia perder um gol desses… Enfim, a Colômbia venceu, chegou aos 28 jogos de invencibilidade e está na final.

URUGUAI 0X1 COLÔMBIA

Copa América- Semifinal
Data: 10/7/2024
Local: Bank Of America Stadiu, Charlotte (EUA)
URUGUAI: Sergio Rochet; Sebastián Cáceres, Giménez e Mathías Olivera (Cristian Olivera, Intervalo);  Ugarte, Valverde, de la Cruz (Cannobio, 45’/2ºT) e Bentancur (Varela, 33’/1ºT e, depois, Luisito Suárez, 21’/2ºT); Pellistri (Arrascaeta, Intervalo), Darwin Núñez  e Maximiliano Araújo. Técnico: Marcelo Bielsa
COLÔMBIA: Vargas; Muñoz, Davinson Sánchez, Cuesta e Mojica; Lerma, Richardo Ríos (Uribe, 16’/2ºT), John Árias (Santiago Árias, Intervalo) e James Rodríguez (Castaño, 16’/2ºT); Luiz Díaz (Sinisterra, 41’/2ºT) e Córdoba (Mina, 29’/2ºT). Técnico: Nestor Lorenzo
Gols: Lerma, 39’/1ºT (0-1)
Árbitro: César Ramos (MEX)
Auxiliares: Alberto Morin e Marco Bisguerra (ambos do México)
VAR: Mario Escobar (GUA)
Cartões amarelos: Giménez, Varela, De la Cruz (URU); Muñoz, James Rodríguez, Castaño, Cuesta (COL)
Cartões vermelhos: Muñoz (COL, aos 45’/1ºT)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.