Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Clube argentino faz grave denúncia de fraude contra o San Lorenzo

Clube de Buenos Aires teria emitido comprovante de pagamento falso em transferência

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


O atacante Matías Reali se transferiu recentemente do Independiente Rivadavia para o San Lorenzo. Com direito, aliás, a ter feito sua estreia em duelo amistoso, na última quarta-feira (3) onde o Ciclón perdeu, por 2 a 0, para o Progreso, do Uruguai.

Porém, o presidente do Rivadavia, Daniel Vila, trouxe à tona uma grave denúncia contra a representação de Boedo onde afirmou que o clube apresentou um comprovante de pagamento falso. Com direito, aliás, a constarem dados no documento de uma conta bancária que não existe.

Diante de tal contexto, Vila assegurou que a transferência já teve seu cancelamento solicitado tanto com o clube de Buenos Aires, junto a Associação do Futebol Argentino (AFA) e comunicada ao próprio jogador. Desse modo, Reali deve ser reintegrado ao plantel do Independiente para os trabalhos de pré-temporada que acontecem na cidade de Córdoba.

Além disso, uma denúncia de caráter criminal foi formalizada pelo mandatário do Independiente Rivadavia contra as principais figuras gerenciais do San Lorenzo. São elas o presidente, Marcelo Moretti, e Pablo García, secretário geral do clube.

Palavras fortes

“A operação aconteceu na sexta-feira (28 de junho), quando o San Lorenzo tinha que pagar uma parte em dinheiro e outra parte em transferência. Na segunda-feira, fomos ao banco para ver se a transferência havia sido creditada e ela não estava lá, nem na terça-feira. Hoje foi o vice-presidente. Ele foi pessoalmente ao banco, falou com o gerente e lhe disseram que não apenas a transferência não havia sido creditada, mas que a conta da qual a suposta transferência havia sido feita era uma conta inexistente”, detalhou Daniel Vila, acrescentando:

“Para mim, o assunto está encerrado. O San Lorenzo não fez o pagamento que tinha que fazer, quis confirmar o pagamento com um comprovante de transferência adulterado. Como consequência, o pagamento de 50% em dinheiro não chegou e os outros 50% eles quiseram creditar com uma transferência inexistente. Na quarta-feira, comunicamos ao San Lorenzo, comunicamos à AFA e também informamos ao jogador que a transferência havia sido cancelada. A operação está cancelada, sem nenhuma chance de retomada, porque há uma perda absoluta de confiança. Não há como retomar.”

Até o presente momento, o San Lorenzo não se pronunciou sobre o caso.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.