Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Chelsea vence o Brighton e entra na briga por competições europeias

Blues fazem 2 a 1 fora de casa graças a gols de Palmer e Nkunku. We

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: GLYN KIRK/AFP via Getty Images

O Chelsea alcançou uma importante vitória nesta quarta-feira (15) pela Premier League. Em jogo adiado da 34ª rodada, os Blues venceram o Brighton, fora de casa, por 2 a 1, e entraram no grupo que disputa competições europeias na próxima temporada. A equipe londrina aproveitou-se ainda do tropeço do Newcastle, que foi derrotado pelo Manchester United. Palmer, que agora tem 22 gols na competição, e Nkunku marcaram para a equipe visitante. Welbeck descontou.

Com o resultado, o Chelsea foi à sexta colocação, com 60 pontos, deixando o Newcastle com 57, em sétimo. Se o time londrino permanecer nessa posição, garante presença na Conference League. Todavia, ainda pode chegar ao quinto lugar se vencer na última rodada o Bournemouth, em Stamford Bridge, no próximo domingo, e o Tottenham perder para o rebaixado Sheffield United. Assim, conseguiria uma vaga na Liga Europa. Já o Brighton permanece em décimo, com 48.

Apesar de atuar fora de casa, o Chelsea tomou conta do primeiro tempo, com muito mais posse de bola e agressividade. Uma ou outra investida do Brighton levou perigo a Petrovic. Aos 15, Cucurella caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Contudo, com auxílio do VAR, voltou atrás e anulou.

Publicidade

Palmer abre o placar para o Chelsea

O Chelsea seguiu em cima, em busca do primeiro gol. Gusto quase abriu o placar em finalização de fora da área, que desviou e obrigou o goleiro Verbruggen à grande defesa. Aos 33 minutos, não teve jeito. Em boa trama ofensiva, que rodou os lados do campo, Gallagher achou Cucurella na esquerda. O lateral cruzou e Cole Palmer, sempre ele, mandou de cabeça: 1 a 0 Blues.

Publicidade

Logo em seguida, Mudryk deixou o campo lesionado para a entrada de Nkunku. No fim da etapa inicial, Jackson teve gol anulado por impedimento. O último lance, contudo, foi a melhor do Brighton na partida. João Pedro cabeceou e Petrovic fez excelente intervenção. A bola ainda bateu na trave antes de sair.

Segundo tempo equilibrado

Publicidade

O segundo tempo foi outro. O Brighton equilibrou as ações nos primeiros 15 minutos, era melhor novo e dificultava as ações do Chelsea. Contudo, quem acabou indo às redes foi justamente o time visitante. Madueke deu bom passe para Gusto. O lateral foi à linha de fundo e cruzou para Nkunku fazer o segundo.

Depois do segundo gol, o Chelsea foi cozinhando o jogo, ciente de que precisava apenas conter os avanços do Brighton. Os dois técnicos promoveram inúmeras substituições. No fim, os Blues ficaram com um a menos, após o lateral Reece James, que ficou menos de 20 minutos em campo, ser expulso. Com um a mais, o time da casa meteu uma bola na trave e diminuiu o placar com Welbeck, escorando cruzamento da esquerda em grande jogada de João Pedro. Apesar da pressão nos minutos finais, o Chelsea conseguiu segurar o resultado.

 

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.