Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

CEO do Vasco, sobre demissão de Mattos: ‘Quebra de confiança’

Lúcio Barbosa revelou, também, que executivo tinha autonomia para contratar

Jogada 10|

Foto: Daniel RAMALHO/VASCO
Foto: Daniel RAMALHO/VASCO Foto: Daniel RAMALHO/VASCO (Jogada 10)

Poucas horas após a demissão de Alexandre Mattos do cargo de executivo de futebol do Vasco, o CEO da SAF do clube, Lúcio Barbosa, concedeu entrevista coletiva, nesta quinta-feira (21), na Barra da Tijuca.

Ele iniciou pedindo desculpas ao torcedor pela eliminação na semifinal do Campeonato Carioca, revelando que existe crítica interna no clube.

“Essa mesma torcida queria pedir desculpas pela não classificação à final do Carioca, era um dos nossos objetivos nesse ano. Infelizmente não deu certo, por alguns motivos. Assim como a gente não se deixou levar pelos elogios, a gente não está se deixando abater pelas críticas. Estamos nos criticando internamente e vamos fazer de tudo para melhorar o mais rápido possível”, avaliou.

Sobre Alexandre Mattos, Barbosa revelou que o principal fator de sua saída foi a ‘quebra de confiança’.

Publicidade

“Gostaria de agradecer e comunicar o desligamento do diretor de futebol Alexandre Mattos, um dos maiores diretores do Brasil. Houve uma quebra de confiança. A gente conversou hoje (quinta) lá no CT e gostaria de deixar claro: nosso compromisso é 100% com o Vasco. Vamos nos dedicar ao máximo, como a gente sempre fez. A gente trabalha incansavelmente pelo Vasco”, revelou, antes de completar:

“Foi uma conjunção de fatores, mas o principal é a quebra de confiança, foi exatamente o que eu falei para ele hoje. A gente não vai citar mais detalhes em respeito aos nossos processos, ao nosso compliance, ao nosso jurídico e eu tenho certeza que o Alexandre entendeu. Conversamos ontem por telefone, e hoje pessoalmente. O motivo principal foi a quebra de confiança, e dentro disso tem vários sub-motivos. Mas não temos que entrar em detalhes, por respeito ao profissional e ao compliance”, disse.

Publicidade

LEIA MAIS: Vasco aguarda pedida do Botafogo para avançar por Marlon Freitas

Perguntado sobre como anda a confiança nos diferentes setores do clube, Lúcio Barbosa foi efusivo. Revelou que existe confiança no elenco e na comissão técnica.

Publicidade

“A gente confia muito no nosso elenco. Nosso elenco é muito unido. Converso com os jogadores. O elenco estando unido a gente confia 100% na comissão técnica. Temos um dos melhores técnicos do Brasil, talvez até da América do Sul. Mesmo com tudo isso a gente não conseguiu esse objetivo de chegar à final, então pedir desculpas”, avaliou.

Um tópico citado foi sobre a autonomia do diretor de futebol em contratar. A burocracia da SAF foi um fator bastante citado por Alexandre Mattos em coletivas recentes. Mas o CEO revelou que existe autonomia em todas as áreas do clube.

Publicidade

“Existe autonomia sim, tanto que alguns jogadores foi ele (Mattos) quem contratou. Mas autonomia tem limites. Então o que a gente precisa entender é: existe autonomia, e existe planejamento de curto, médio e longo prazo que se precisa cumprir. Ninguém tem mais autonomia que o Vasco. A gente tem regras e não foi por falta de comunicação. A gente falou muito sobre isso. Sobre vazamento de informações, planejamento, sobre como funciona o orçamento. Quando se chega perto do teto do orçamento, é natural que se haja conversas para superar esse orçamento. Mas autonomia sempre existiu, assim em como todas as áreas da SAF”, salientou.

Porque diretores da 777 não aparecem para entrevistas?

“Mais uma prova da autonomia. A gente tem responsabilidade enquanto diretores, eu como CEO, mas exatamente isso prova que a gente tem autonomia para trabalhar e a gente é cobrado também. Por vários assuntos diferentes e a gente tem que dar resultado. O principal é respeitar o Vasco, o planejamento que a gente traçou. A gente pode mudar esse planejamento, mas a gente tem esse planejamento e comando. Ninguém pode se achar maior que o Vasco. Esse é o maior recado que a gente tem hoje.”

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.