Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

CBF explica marcação de impedimento em gol anulado de Gabigol

O gol anulado de Gabigol na partida entre Athletico e flamengo gerou muita repercussão entre os torcedores. Afinal, os rubro-negros...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Jogada10
Jogada10

O árbitro Perciles Bassols, que também atua como árbitro de vídeo (VAR), detalhou como o árbitro traçou a linha de impedimento na jogada.

“Assim o Guarizo (Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral/Fifa-SP, árbitro de vídeo do jogo) fez ontem (quarta). A bola está calibrada no momento do passe, e eu preciso identificar os jogadores. O defensor (Thiago Heleno) tem a ponta do pé mais próxima da linha de fundo. Então essa é a nossa referência. A gente vai encostar a base na lateral do pé e encostar a linha um pouquinho mais para a esquerda. Esse é o momento e o ponto. Sobe a linha e um pontilhado azul para identificar o pé. Nesse momento a gente vê que o jogador de branco (Gabigol) aparenta estar desse lado da linha que foi pintada na tela, mas a gente tem que terminar o traçado dela. Então vou colocar o traçado no atacante”, explicou Bassols, detalhando o posicionamento do zagueiro Thiago Heleno.

“A gente vai para o término do processo, que é identificar qual ponto do jogador branco está mais próximo da linha de fundo. E a gente identifica por essa imagem, que é o que o Guarizo fez ontem, que é o ombro. Então nós vamos no ombro e de novo temos que subir a base. Vamos encostar no ombro dele. Não é o braço, é a lateral do braço, como a regra prevê”, completou o árbitro, agora sobre a marcação em Gabigol.

Seneme alerta para possível engano visual em corpo inclinado

O presidente da comissão de arbitragem da CBF afirmou que só pode avaliar se o lance foi ou não definido quando o árbitro de vídeo traçar a segunda linha. Além disso, ele explicou como o corpo inclinado do jogador pode confundir na percepção do lance.

Publicidade

“Uma coisa bastante importante é que havia comemoração. Houve uma comemoração como se não tivesse impedido, mas as todas as pessoas, desde jogadores e torcedores que estão no estádio e assistindo pela televisão, têm que esperar o momento final da traçada da segunda linha porque esse corpo inclinado tem uma tendência a enganar o visual. Quando a gente colocar a segunda linha é que se tem um resultado. Antes disso não é possível comemorar”, resumiu Seneme, presidente da comissão de arbitragem da CBF.

Revolta rubro-negra

Aliás, além do gol impedido de Gabigol, jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes do Flamengo reclamaram da expulsão de Gerson. Assim, em decisão que partiu da diretoria, os atletas e o técnico Jorge Sampaoli não deram entrevistas após a partida.

Publicidade

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

"

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.