Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

CBF divulga áudios do VAR de lances do duelo entre Cruzeiro x Fluminense

Tricolor contesta decisões do árbitro de campo e do VAR em dois lances em que a bola toca na mão de defensores na área

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


- Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense

A Comissão de Arbitragem da CBF divulgou, na manhã desta quinta-feira (20), o áudio do VAR na vitória do Cruzeiro por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Mineirão. O jogo foi válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, e colocou o Tricolor carioca na lanterna após o revés. No entanto, a equipe carioca ficou na bronca com dois lances de mão na área, que resultaram em interpretações diferentes.

No primeiro deles, o árbitro de campo assinalou o pênalti a favor da Raposa, ainda no primeiro tempo. De acordo com a assistente do VAR, Daiane Muniz (Fifa/SP), Thiago Santos ampliou o espaço corporal e o braço não estava em posição natural.

“O braço amplia o espaço corporal. Ele (Thiago Santos) está em ação de bloqueio. Esse braço não está em posição natural e ele bloqueia a passagem da bola”, declarou a assistente.

Publicidade

Além disso, o Fluminense contesta um possível pênalti não marcado na segunda etapa. Logo após o cruzamento de Keno, a bola desviou no pé de Ramiro e tocou na mão do meio-campista. O árbitro Matheus Delgado Candançan (SP) e Daiane Muniz (Fifa/SP) não interpretaram como pênalti.

“A bola muda drasticamente a direção (após o desvio no pé). O defensor está vindo recolhendo o braço, com ele para trás e para baixo. Ação justificável. A bola muda completamente de direção, ela estava indo em direção a meta e quando pega na mão do defensor muda e vai para fora da área (linha de fundo)”, disse Daiane Muniz.

Publicidade

Diniz reclama

Durante a coletiva de imprensa, o técnico Fernando Diniz reclamou da arbitragem. Segundo o comandante tricolor, o pênalti a favor da equipe celeste não existiu e prejudicou o time carioca.

“A equipe conseguiu produzir, poderia ter ganho o jogo, mas perdeu. Teve um pênalti que, na minha opinião, foi inexistente. O árbitro teve interferência direta na partida”, comentou o treinador.

Por fim, na próxima rodada, o Fluminense mede forças com o Flamengo, no domingo (23), às 16h 9de Brasília), no Maracanã. O Cruzeiro, por sua vez, encara o Bahia, em Salvador, no mesmo dia e horário.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.