Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Botafogo x Palmeiras: STJD marca terceiro julgamento de John Textor

Após exibir vídeos e mostrar dados sobre manipulações de resultados, empresário tem uma nova reunião nesta sexta-feira (26/04)

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Nesta sexta-feira (26/04), John Textor deve comparecer mais uma vez no STJD. O empresário segue respondendo pelas acusações feitas depois do jogo entre Botafogo e Palmeiras, no Nilton Santos, pelo Brasileirão de 2023. O americano reclamou de roubo na época e pediu pela renúncia de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF.

Na última quinta-feira (18/04), John Textor participou de um julgamento presencialmente no Rio de Janeiro. O empresário, dessa forma, mostrou novos dados sobre manipulações de resultados. Assim, Felipe Bevilacqua, vice-presidente do STJD, pediu tempo para analisar os documentos apresentados.

LEIA MAIS: Kauê é acusado de agressão por ex-namorada, e Botafogo afasta o atleta

Julgamento de John Textor

Publicidade

O empresário já participou de duas reuniões no STJD. No entanto, os dois julgamentos foram adiados. O americano recebeu três denúncias no artigo 243-F (ofensa à honra) e uma no 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem).

Assim, John Textor tem um novo encontro marcado no STJD. O empresário, dessa forma, corre risco de ser suspenso por até 360 dias. O empresário já havia recebido uma punição de 30 dias de maneira preventiva. No entanto, os dirigentes alvinegros conseguiram um efeito suspensivo.

Publicidade

Aliás, John Textor também enfrenta outros dois processos na Justiça. O primeiro é por não apresentar provas concretas de fraudes esportivas. O segundo é por acusar jogadores de São Paulo e Palmeiras de participarem de manipulações de resultados.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.