Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Botafogo cede empate ao Aurora em sua estreia na Libertadores

Botafogo vencia o Aurora até os acréscimos, quando levou gol de empate; Tiquinho ainda perdeu um pênalti na Bolívia

Jogada 10|

Foto: Vitor Silva/Botafogo
Foto: Vitor Silva/Botafogo Foto: Vitor Silva/Botafogo (Jogada 10)

E o filme de 2023 parece estar se repetindo. Nesta quarta-feira (22), em sua estreia na Libertadores, o Botafogo empatou com o Aurora, da Bolívia, em 1 a 1, mas de forma parecida com as decepções do ano passado. O Glorioso perdeu um pênalti na primeira etapa, conseguiu abrir o placar na sequência e segurava a vitória até os 51 minutos da segunda etapa. Mas acabou levando o empate e, ainda pior, perdeu o gol mais feito do jogo na jogada seguinte, deixando de começar a competição com o pé direito. O jogo de volta é no Nilton Santos, na próxima quarta-feira.

Primeiro tempo

A primeira oportunidade do jogo foi do Botafogo, num chute de Victor Sá, que Akólogo defendeu em dois tempos. Mas, a partir daí, só deu Aurora: os bolivianos perderam pelo menos três chances claras, com Reinoso, além de um chute de Serginho, que Gatito espalmou. Mas, aos poucos, o Bota foi se recuperando e teve um pênalti a seu favor quando Barboza pôs a mão na bola dentro da área. Na cobrança, Tiquinho bateu, mas Akólogo defendeu. Mesmo assim, o Glorioso não se abateu e conseguiu abrir o marcador na chance seguinte. Eduardo bateu córner, Tiquinho cabeceou para defesa parcial de Akólogo, com Júnior Santos conferindo no rebote e fazendo 1 a 0. O Aurora até reagiu, mas teve dois gols anulados, de Amarilla e Michelli.

Segundo tempo

No começo da segunda etapa, o Botafogo pressionou o Aurora e quase marcou o segundo, quando Júnior Santos aproveitou saída errada de Michelli e chutou na trave. Em seguida, o jogo diminuiu de ritmo, mas os bolivianos melhoraram. Alaníz chutou para boa defesa de Gatito. O Botafogo se fechou para garantir o resultado e pouco perigo criava no ataque. Janderson chegou a passar mal ainda em campo, provavelmente pelos efeitos da altitude. Nos minutos finais, os donos da casa foram chegando e criando mais chances, como em bela jogada de Didi Torrico, que cruzou para Michelli chutar e Gatito pegar. Michelli e Silvero ainda perderam outras chances, mas o empate veio quase no último lance: na jogada dos Torricos, Jair tabelou com Didi e tocou para Darío fazer o gol de empate. Ainda houve tempo para Ponte, cara a cara com o goleiro, perder o que seria o gol da vitória alvinegra. Mais uma noite de apagão alvinegro, em cima da hora.

AURORA-BOL 1×1 BOTAFOGO

Segunda fase da Libertadores (ida)

Publicidade

Data: 21/02/2024, às 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Félix Capriles, em Cochabamba (Bolívia)

Publicidade

Aurora: Akólogo; Amarilla, Barboza e Michelli; Ballivián, Alaníz, Didi Torrico e Jair Torrico; Darío Torrico, Reinoso e Serginho. Técnico: Mauricio Soria.

Botafogo: Gatito Fernández; Damián Suárez, Lucas Halter, Barboza e Hugo; Marlon Freitas, Danilo Barbosa e Eduardo; Victor Sá, Tiquinho Soares e Júnior Santos. Técnico: Tiago Nunes.

Publicidade

Árbitro: Cristián Garay (CHI)

Assistentes: Alan Sandoval (CHI) e Gabriel Ureta (CHI)

VAR: Fernando Vejar (CHI)

Cartões amarelos: Michelli, Ballivián (BOL); Danilo Barbosa (BOT)

Gol: Júnior Santos, 27’/1ºT (0-1); Darío Torrico, 51’/2ºT (1-1)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.