Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Botafogo apresenta dupla de estrangeiros e reforça aposta para o futuro

Lateral Mateo Ponte, 21 anos, e atacante Valentín Adamo, de 20, vestem a camisa e falam de suas características e expectativas

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Jogada10
Jogada10 Jogada10

O Botafogo apresentou dois reforços na tarde desta sexta-feira, no CT Lonier. Ambos, aliás, são uruguaios e bastante jovens, reforçando o padrão de apostas para o fututo da SAF. O lateral-direito Mateo Ponte, de 20 anos, e o atacante Valentín Adamo, de 21, falaram oficialmente como jogadores alvinegros pela primeira vez. Os dois garantiram que foram bem recebidos e têm altas expectativas.

Ponte, comprado junto ao Danubio-URU, foi o primeiro a falar. Abriu com um agradecimento à diretoria e confirmou que teve outras propostas, após o título do Mundial sub-20, em junho, com a seleção celeste.

“Muito obrigado ao (diretor) Mazzuco, ao Alessandro (Brito, do scout), a todos que vieram aqui. Tive outras propostas para ir para outros clubes, mas quando recebi a oferta do Botafogo não pensei duas vezes, vim pela história do clube, pela grandeza e também pelas coisas pelas quais está brigando. Me receberam da melhor maneira, de uma maneira muito intensa, o que nós uruguaios gostamos, nos fazem sentir como em casa. Estou com muita vontade de começar esse novo caminho juntos”, afirmou.

Amizade com concorrente pela posição

O jogador vai disputar a posição na lateral com Di Placido e chegou para suprir a ausência, por lesão, de Rafael. E foi justamente o companheiro argentino que mais se aproximou dele nos primeiros dias. Além disso, Mateo Ponte elogiou a maneira de atuar do time alvinegro.

Publicidade

“Já vi algumas partidas antes de vir para cá e gostei muito da forma de jogo da equipe. Tentar sempre sair jogando, quando perde a bola exercer uma pressão muito forte para recuperá-la no campo rival, sempre tentando recuperar os espaços e sair forte para finalizar as jogadas. Minhas características são boas para esse estilo de jogo, de ir para o ataque”, avaliou o novo camisa 4, que brincou com a chance de ter uma música própria nas arquibancadas, como Tiquinho Soares e Matías Segovia.

Centroavante revela suas qualidades

Valentín Adamo, por sua vez, precisou se apresentar com mais detalhes. Afinal, jogava na Segunda Divisão do Uruguai, pelo Progreso, cedido pelo River Plate-URU. Com 1.89m, o centroavante citou as finalizações como ponto forte, mas disse que também é veloz. Sem pensar duas vezes, disse que vem “para o maior clube do Brasil”.

Publicidade

“É o começo da minha carreira e venho para o maior clube do Brasil e um dos mais importantes da América do Sul. Encaro essa oportunidade com muita humildade e responsabilidade. Venho para aprender e ajudar o clube. Minhas principais características são a finalização, como todo atacante eu vivo de gols. Para a altura que tenho, sou um jogador bastante rápido, podendo jogar por dentro como 9, por fora, não tenho problema com isso”, revelou Adamo.

Com poucos números “de jogo” disponíveis, o reforço escolheu o 71 e explicou o motivo.

“Escolhi esse número porque no Uruguai eu usava a 17, ela estava ocupada então eu inverti, o 17 foi um número que me deu muita sorte. Sobre a tatuagem, são os valores que meus pais me ensinaram, desde menino me esforcei muito para estar aqui hoje. Sempre me falaram para manter a humildade”.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.