Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Bielsa, do Uruguai, critica venda de jovens sul-americanos e cita Endrick

Treinador concede coletiva antes do confronto entre a seleção celeste contra o Brasil, pelas quartas de final da Copa América

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Ander Gillenea/AFP via Getty Images

Marcelo Bielsa, do Uruguai, concedeu coletiva nesta sexta-feira antes de jogo contra o Brasil, neste sábado, pelas quartas de final da Copa América. No entanto, o treinador argentino não ficou no convecional e transbordou ao duelo sul-americano.

Uruguai x Brasil: onde assistir, escalações e arbitragem

O técnico foi perguntado sobre o confronto do Newell’s Old Boys contra o lendário São Paulo de Telê Santana na final da Libertadores de 1992. Imediatamente, o treinador argentino, que sempre fica olhando para baixo durante as coletivas, levantou o rosto e fez uma reflexão.

“Você recorda a formação do São Paulo? Com um treinador monumental e uma formação de todos jogadores de seleção brasileira, todos jogando no futebol local. Vejam o que passou com o pobre futebol sul-americano. Lá jogava Raí, Antonio Carlos, Ronaldo, Cafú, Pintado, Muller, todos jogadores “europeus”, mas antes de irem à Europa jogaram duas finais de Copa Libertadores. O que aconteceu com o futebol? Com o futebol, que é propriedade popular essencialmente… Por que? Os pobres têm muita pouca capacidade de acesso à felicidade porque não dispoem de dinheiro para comprar felicidade. O futebol, como é gratuito, é de origem popular”, disse Bielsa, que completou:

Publicidade

“Esse futebol, que era uma das poucas coisas que os mais pobres mantinham, já não tem mais, porque aos 17 anos Endricks vão, o “winger de Palmeiras” (Estevão)… que lástima que eu tenha que dizer hoje algo que só vai me trazer críticas”, completou.

Bielsa critica VAR

Publicidade

Marcelo Bielsa também disse que o futebol está ficando cada vez mais previsível e menos atrativo ao público geral por conta da tecnologia.

“Parecia que o auxílio da tecnologia nos deixa ainda mais perto para avaliar as conclusões que pareciam irreversíveis. Para mim, isso faz muito dano ao futebol. O jogo tem essa particularidade, na medida que o jogo se torne plenamente previsível cada vez irá perdendo o atrativo. Eu tenho a certeza que o futebol está em um processo decrescente”, afirmou Bielsa.

Bielsa sobre ausência de Vini Jr

O treinador do Uruguai, aliás, também falou sobre o jogo deste sábado. Ele disse que a equipe celeste não vai mudar o estilo de jogo por conta da ausência do atacante do Real Madrid, que está suspenso pelo segundo amarelo.

“Pessoalmente, creio que não (muda o Uruguai). Brasil é um país que neste momento tem muitos extremos por ambos os lados e jogando em grandes times do mundo em bom nível. O substituto que disponha o rival para resolver a ausência de Vinicius não será uma opção fácil de neutralizar”, disse o treinador.

Brasil e Uruguai se enfrentam neste sábado, às 22h (de Brasília), no Allegiant Stadium, em Las Vegas. O vencedor, aliás, terá Colômbia ou Panamá pela frente na semifinal da Copa América.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.