Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Bernardo Silva decide, City bate o Chelsea e está na final da Copa da Inglaterra

Nicolas Jackson perdeu três chances de estufar a rede, enquanto o português sacramentou a classificação do Citizens na reta final da...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

- Foto: BEN STANSALL/AFP via Getty Images

Depois da eliminação na Champions, o Manchester City garantiu a vaga na final da Copa da Inglaterra ao bater o Chelsea por 1 a 0, em Wembley, com gol de Bernardo Silva na reta final da partida. Assim, os comandados de Guardiola aguardam o vencedor do confronto entre Coventry City e Manchester United, que acontece neste domingo (21), para conhecer seu adversário na decisão da competição nacional.

Os Citizens voltam a campo na próxima quinta-feira, às 16h (de Brasília), para medir forças com o Brighton, no Falmer Stadium, em jogo atrasado da 29ª rodada da Premier League. Pela mesma rodada, os Blues encaram o Arsenal, fora de casa, dia 23, às 16h (de Brasília).

Faltou ser letal

Publicidade

Na primeira chance dos Blues, Gallagher roubou bola no meio, e Palmer encontrou Jackson, que teve a chance de finalizar, mas parou em Ortega. O atacante, por sinal, voltou a perder uma boa chance e não foi letal ainda no primeiro tempo. Depois de bom lançamento de Enzo Fernández, Jackson ficou sozinho à frente do arqueiro, entretanto ficou sem ângulo e errou o passe.

Xerife atento

Publicidade

Do outro lado, o City tentava impor o ritmo de jogo com o seu estilo, de pé em pé. A melhor chance no primeiro tempo saiu dos pés de Bernardo Silva, que recebeu de Grealish, tentou finalizar, mas Cucurella evitou o gol. O defensor foi um jogador importante, pois também evitou uma bola perigosa de Foden.

Em outro momento, ainda no primeiro tempo, Palmer quase aplicou a lei do ex ao fazer grande jogada. O destaque da temporada deixou a marcação para trás e finalizou, mas parou em Ortega.

Publicidade

Inacreditável

Na volta do intervalo, Nicolas Jackson teve novamente chances de abrir o placar, porém faltou tranquilidade e qualidade nas concretizações. Na primeira, recebeu na esquerda e bateu colocado para a defesa de Ortega. Em seguida, recebeu o cruzamento, mas cabeceou em cima do arqueiro.

Dois minutos depois de entrar no lugar de Grealish, Doku invadiu a área pela esquerda e finalizou rasteiro. O goleiro defendeu com o pé direito. Em outro momento, Akanji recebeu na direita e rolou no meio. Julián Álvarez finalizou, de primeira, mas mandou longe do gol.

Finalista, com certeza!

Quando o público presente em Wembley pensava que o jogo só seria decidido na prorrogação ou nos pênaltis, Bernardo Silva decidiu. De Bruyne cruzou rasteiro, enquanto Petrovic desviou, para a bola sobrar limpa para o português sacramentar a classificação do Manchester City para a decisão.

Nos minutos finais, o Chelsea pressionou na base do desespero, com cruzamentos na área. No entanto, o City conseguiu segurar o resultado e garantir a vaga. Ainda mais depois da eliminação nas quartas de finais da Champions League, nos pênaltis, para o Real Madrid.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.