Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Auxiliares de Tite citam ‘alma’ do Flamengo em empate, mas ressaltam injustiça por desfalques

Rubro-Negro encarou o Athletico com 11 baixas na delegação que embarcou para Curitiba, pela 9ª rodada do Brasileiro

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Reprodução/Fla TV

O Flamengo foi a Curitiba completamente esmigalhado devido à série de desfalques por convocações, lesões e suspensões. O Rubro-Negro, no entanto, não se deixou abater pelas baixas e buscou o empate em 1 a 1 com o Athletico aos 53 minutos do segundo tempo, com Evertton Araújo, em plena Ligga Arena. Dentro desse cenário, o resultado foi bastante celebrado pelo auxiliares de Tite – punido pelo terceiro amarelo -, que reconheceram a coragem dos atletas do elenco.

O primeiro a parabenizar a garra do grupo foi Cléber Xavier. Durante coletiva de imprensa, o auxiliar de Tite afirmou que o empate teve ”um gosto de vitória” para o Flamengo e pediu para que o resultado fosse bastante valorizado diante da realidade do clube.

“Foi um empate com gosto de vitória pela importância do grupo. Mas é por isso que estamos aqui na ausência do Tite. Temos cinco jogadores na Seleção, temos cinco indisponíveis por lesões. Porém, a meninada trabalhou muito em cima disso. Mas tem que valorizar nesse sentido. Apesar disso, fomos iguais no primeiro tempo e melhores no segundo. Não merecíamos sair daqui com derrota”, disse.

Na sequência, Matheus Bachi, filho de Tite, enfatizou a importância dos resultados recentes para confiança do grupo no desafio deste domingo (16) e ainda fez questão de enaltecer a alma da equipe rubro-negra.

Publicidade

“O atleta que não tem coragem hoje em dia não joga. Foi importante o time ter virado o último jogo (com o Vasco), pois o time ainda não tinha virado. Quando chegou no jogo, a gente tomou o gol, e senti que os atletas acreditavam na capacidade. Quando um duvidava, o outro empurrava. Vamos, que a gente vai conseguir empate. Mas essa equipe mostrou que tem alma”, e prosseguiu:

“Em momentos que o time se impôs na partida, a torcida deles ficou tensa. Nossa torcida não desistiu e foi o reflexo da equipe. Vamos precisar bastante dela na sequência, apesar de tudo. Lesão faz parte do futebol, mas não sei que outro campeonato em que um time perde cinco jogadores por competição de seleções. Isso não é justo”, concluiu.

Publicidade

Mesmo com gol heroico de empate, o Flamengo foi a 18 pontos e caiu para segunda colocação do Campeonato Brasileiro – atrás do Botafogo, com 19. O próximo compromisso do Rubro-Negro é contra o Bahia, terceiro lugar na tabela, na quinta-feira (20), às 20h, no Maracanã.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.