Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Auxiliar técnico da seleção colombiana defende James Rodríguez

Luis Perea afirmou que meio-campista em baixa no São Paulo 'conquistou seu lugar ao longo de sua carreira'

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após a chegada de Luis Zubeldía no São Paulo onde James Rodríguez segue fora da lista de opções e o time voltou ao caminho das vitórias, os questionamentos sobre seu futebol voltaram a pauta. Entretanto, para um auxiliar técnico da seleção colombiana, a qualidade e utilidade do jogador não é um questionamento válido.

De acordo com o ex-jogador e hoje assistente de Néstor Lorenzo, Luis Perea, a trajetória de James no mundo do futebol e com a camisa cafetera são provas suficientes de como ele pode ajudar seu país.

A resposta em questão ganha força dado o fato de que, nas próximas semanas, o selecionado local vai anunciar a lista de convocados para a Copa América. Por isso, Perea fez questão de dizer que essa posição se trata de opinião pessoal com o intuito de desvincular suas palavras de futuras decisões referentes ao jogador.

Publicidade

“Quero deixar claro que tudo o que for expresso aqui no final é simplesmente meu ponto de vista e não está relacionado a nenhuma circunstância específica. Acredito que James, hoje, não precisa provar nada a ninguém. Ele é um jogador de futebol que conquistou seu lugar ao longo de sua carreira. Ele jogou mais em alguns times, menos em outros, mas sempre foi um jogador que rendeu na seleção colombiana“, disse em entrevista para a emissora de TV ‘Teleantioquia’.

‘Não acho que James tenha mais nada a provar’

Publicidade

Apesar dos elogios, Perea admite que o desejo da comissão técnica capitaneada por Néstor Lorenzo é de ver o jogador ter maior ritmo de jogo. Entretanto, reforçou que isso não afetará a imagem construída por feitos anteriores do meio-campista:

“Obviamente, para nós, o melhor cenário seria que James tivesse continuidade e jogasse regularmente, pois isso nos beneficiaria enormemente. Mas vamos torcer para que, no tempo que falta para a convocação, ele tenha a oportunidade de acumular minutos e jogar novamente. Com o que ele mostrou e o que ele traz para a equipe (da Colômbia), não acho que James tenha mais nada a provar. Sua contribuição para a equipe (da Colômbia) é mais do que suficiente.”

Publicidade

Fato é que, no momento, as informações apontam mais para uma saída de James Rodríguez do que a mudança de cenário no clube paulista. Não por acaso, especulações já ligaram o futuro do atleta de 32 anos a diferentes equipes dentro e fora do continente. São elas Boca Juniors, Junior Barranquilla e até mesmo o Everton (Inglaterra), clube onde esteve entre 2020 e 2021.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.