Jogada 10 Atlético abate dívida de R$ 300 mi entre novembro e dezembro

Atlético abate dívida de R$ 300 mi entre novembro e dezembro

Atlético virou SAF recentemente e Galo Holding fez aporte inicial de R$ 500 milhões, com R$ 300 milhões para pagamento de dívidas

Jogada 10
Foto: Bruno Sousa / Atlético

Foto: Bruno Sousa / Atlético

Jogada 10

Os efeitos da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) no Atlético já iniciaram. Afinal, o CEO da agremiação mineira, Bruno Muzzi, abateu dívida bancária de R$ 300 milhões entre novembro e dezembro.

Ao concluir a compra do clube, a SAF atleticana fez aporte inicial de R$ 500 milhões. Os R$ 300 milhões foram para pagamentos de dívidas. Depois de quitar débitos, o Atlético deixará de pagar R$ 54 milhões em juros que seriam para o ano de 2024.

A SAF encontrou ainda uma dívida bancária de R$ 700 milhões. Essa, aliás, é mais complicada de ser sanada, afinal, há dificuldade para negociar. Ainda restam dívidas com agentes e jogadores.

O CEO informou ainda que o Galo segue em renegociação de outras dívidas. Essas conversas tem objetivo de reduzir valores e estabelecer novas datas para os pagamentos das pendências. O clube ainda não tem uma data certa para quitar todos os débitos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas