Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Artur Jorge entra na lista de técnicos portugueses que se aventuraram no Brasil

Artur Jorge entra na lista de técnicos portugueses que se aventuraram no Brasil

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Novo técnico do Botafogo, Artur Jorge já está no Rio, assistiu a estreia do Glorioso na Libertadores, e será mais um português a comandar a equipe na Era John Textor. Foto: Reprodução/ESPN
Novo técnico do Botafogo, Artur Jorge já está no Rio, assistiu a estreia do Glorioso na Libertadores, e será mais um português a comandar a equipe na Era John Textor. Foto: Reprodução/ESPN Novo técnico do Botafogo, Artur Jorge já está no Rio, assistiu a estreia do Glorioso na Libertadores, e será mais um português a comandar a equipe na Era John Textor. Foto: Reprodução/ESPN (Jogada 10 - Galerias)
Ele chega para aumentar a lista de treinadores da Terrinha que já se aventuraram por aqui. Entre sucesso e passagens rápidas, relembre os principais nomes de portugueses que comandaram equipes brasileiras. Foto: Divulgação/Braga
Ele chega para aumentar a lista de treinadores da Terrinha que já se aventuraram por aqui. Entre sucesso e passagens rápidas, relembre os principais nomes de portugueses que comandaram equipes brasileiras. Foto: Divulgação/Braga Ele chega para aumentar a lista de treinadores da Terrinha que já se aventuraram por aqui. Entre sucesso e passagens rápidas, relembre os principais nomes de portugueses que comandaram equipes brasileiras. Foto: Divulgação/Braga (Jogada 10 - Galerias)
Abel Ferreira: chegou ao Palmeiras em outobro de 2020 e, de lá para cá, vem colecionando títulos e entrando na história do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Abel Ferreira: chegou ao Palmeiras em outobro de 2020 e, de lá para cá, vem colecionando títulos e entrando na história do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Palmeiras Abel Ferreira: chegou ao Palmeiras em outobro de 2020 e, de lá para cá, vem colecionando títulos e entrando na história do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Palmeiras (Jogada 10 - Galerias)
António Oliveira: chegou ao Corinthians neste ano, mas já trabalhou em outras equipes brasileiras, como Cuiabá, Athlético e Coritiba. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
António Oliveira: chegou ao Corinthians neste ano, mas já trabalhou em outras equipes brasileiras, como Cuiabá, Athlético e Coritiba. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians António Oliveira: chegou ao Corinthians neste ano, mas já trabalhou em outras equipes brasileiras, como Cuiabá, Athlético e Coritiba. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians (Jogada 10 - Galerias)
Pedro Caixinha: ele comanda o Red Bull Bragantino desde a temporada 2023 e chegou a ser cogitado em outras equipes brasileiras. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino
Pedro Caixinha: ele comanda o Red Bull Bragantino desde a temporada 2023 e chegou a ser cogitado em outras equipes brasileiras. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino Pedro Caixinha: ele comanda o Red Bull Bragantino desde a temporada 2023 e chegou a ser cogitado em outras equipes brasileiras. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino (Jogada 10 - Galerias)
Luís Castro: comandou o Botafogo entre abril de 2022 e julho de 2023. Ele deixou o clube para treinar o Al Nassr, clube de Cristiano Ronaldo na Arábia Saudita. Foto: Reprodução/Botafogo TV
Luís Castro: comandou o Botafogo entre abril de 2022 e julho de 2023. Ele deixou o clube para treinar o Al Nassr, clube de Cristiano Ronaldo na Arábia Saudita. Foto: Reprodução/Botafogo TV Luís Castro: comandou o Botafogo entre abril de 2022 e julho de 2023. Ele deixou o clube para treinar o Al Nassr, clube de Cristiano Ronaldo na Arábia Saudita. Foto: Reprodução/Botafogo TV (Jogada 10 - Galerias)
Bruno Lage: ficou apenas três meses no comando do Botafogo, entre julho e outubro de 2023, ao substituir Luís Castro. Foto: Reprodução/BotafogoTV
Bruno Lage: ficou apenas três meses no comando do Botafogo, entre julho e outubro de 2023, ao substituir Luís Castro. Foto: Reprodução/BotafogoTV Bruno Lage: ficou apenas três meses no comando do Botafogo, entre julho e outubro de 2023, ao substituir Luís Castro. Foto: Reprodução/BotafogoTV (Jogada 10 - Galerias)
Jorge Jesus: entrou para a história do Flamengo ao comandar a equipe da geração de ouro de 2019. Ele chegou em junho daquele ano e ficou até julho de 2020. Foto: Reprodução de TV
Jorge Jesus: entrou para a história do Flamengo ao comandar a equipe da geração de ouro de 2019. Ele chegou em junho daquele ano e ficou até julho de 2020. Foto: Reprodução de TV Jorge Jesus: entrou para a história do Flamengo ao comandar a equipe da geração de ouro de 2019. Ele chegou em junho daquele ano e ficou até julho de 2020. Foto: Reprodução de TV (Jogada 10 - Galerias)
Paulo Sousa: chegou ao Flamengo em dezembro de 2021. Entretanto, o português foi demitido após 32 partidas. Foto: Rafael Pimentel / Divulgação
Paulo Sousa: chegou ao Flamengo em dezembro de 2021. Entretanto, o português foi demitido após 32 partidas. Foto: Rafael Pimentel / Divulgação Paulo Sousa: chegou ao Flamengo em dezembro de 2021. Entretanto, o português foi demitido após 32 partidas. Foto: Rafael Pimentel / Divulgação (Jogada 10 - Galerias)
Vítor Pereira: ele chegou ao Brasil em 2022 para comandar o Corinthians. Sua possível renovação se tornou uma novela, e Vítor acabou indo para o Flamengo, onde treinou em 18 jogos em 2023. Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians
Vítor Pereira: ele chegou ao Brasil em 2022 para comandar o Corinthians. Sua possível renovação se tornou uma novela, e Vítor acabou indo para o Flamengo, onde treinou em 18 jogos em 2023. Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians Vítor Pereira: ele chegou ao Brasil em 2022 para comandar o Corinthians. Sua possível renovação se tornou uma novela, e Vítor acabou indo para o Flamengo, onde treinou em 18 jogos em 2023. Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians (Jogada 10 - Galerias)
Pepa: o português chegou ao Cruzeiro em 2023 e comandou a equipe em 25 partidas. Foto: Mauro Horita
Pepa: o português chegou ao Cruzeiro em 2023 e comandou a equipe em 25 partidas. Foto: Mauro Horita Pepa: o português chegou ao Cruzeiro em 2023 e comandou a equipe em 25 partidas. Foto: Mauro Horita (Jogada 10 - Galerias)
Ricardo Sá Pinto: comandou o Vasco em 15 partidas no Campeonato Brasileiro de 2020. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Ricardo Sá Pinto: comandou o Vasco em 15 partidas no Campeonato Brasileiro de 2020. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco Ricardo Sá Pinto: comandou o Vasco em 15 partidas no Campeonato Brasileiro de 2020. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco (Jogada 10 - Galerias)
Ivo Vieira: chegou em 2023 ao Cuiabá, se tornou campeão mato-grossense, mas caiu após um mau início no Brasileirão. Foto: Dsscom Dourado
Ivo Vieira: chegou em 2023 ao Cuiabá, se tornou campeão mato-grossense, mas caiu após um mau início no Brasileirão. Foto: Dsscom Dourado Ivo Vieira: chegou em 2023 ao Cuiabá, se tornou campeão mato-grossense, mas caiu após um mau início no Brasileirão. Foto: Dsscom Dourado (Jogada 10 - Galerias)
Paulo Bento: ex-técnico de Portugal teve uma curta passagem pelo Brasil em 2016, quando treinou o Cruzeiro. Foto: Washington Alves/Light Press
Paulo Bento: ex-técnico de Portugal teve uma curta passagem pelo Brasil em 2016, quando treinou o Cruzeiro. Foto: Washington Alves/Light Press Paulo Bento: ex-técnico de Portugal teve uma curta passagem pelo Brasil em 2016, quando treinou o Cruzeiro. Foto: Washington Alves/Light Press (Jogada 10 - Galerias)
Renato Paiva: foi campeão estadual com o Bahia e comandou a equipe de dezembro de 2022 a setembro de 2023. Foto: Felipe Santana/Bahia
Renato Paiva: foi campeão estadual com o Bahia e comandou a equipe de dezembro de 2022 a setembro de 2023. Foto: Felipe Santana/Bahia Renato Paiva: foi campeão estadual com o Bahia e comandou a equipe de dezembro de 2022 a setembro de 2023. Foto: Felipe Santana/Bahia (Jogada 10 - Galerias)
Armando Evangelista: ficou pouco tempo no Brasil, comandando o Goiás entre junho e novembro de 2023. Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C.
Armando Evangelista: ficou pouco tempo no Brasil, comandando o Goiás entre junho e novembro de 2023. Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C. Armando Evangelista: ficou pouco tempo no Brasil, comandando o Goiás entre junho e novembro de 2023. Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C. (Jogada 10 - Galerias)
Sérgio Vieira: comandou algumas equipes do futebol brasileiro, como o Athletico em 2015, e o América-MG em 2016. Foto: Gustavo Oliveira/Athletico
Sérgio Vieira: comandou algumas equipes do futebol brasileiro, como o Athletico em 2015, e o América-MG em 2016. Foto: Gustavo Oliveira/Athletico Sérgio Vieira: comandou algumas equipes do futebol brasileiro, como o Athletico em 2015, e o América-MG em 2016. Foto: Gustavo Oliveira/Athletico (Jogada 10 - Galerias)
Jesualdo Ferreira: foi eliminado de forma precoce no Paulistão de 2020 e deixou o Santos após 12 partidas. Foto: Divulgação/Santos
Jesualdo Ferreira: foi eliminado de forma precoce no Paulistão de 2020 e deixou o Santos após 12 partidas. Foto: Divulgação/Santos Jesualdo Ferreira: foi eliminado de forma precoce no Paulistão de 2020 e deixou o Santos após 12 partidas. Foto: Divulgação/Santos (Jogada 10 - Galerias)
Augusto Inácio: teve uma passagem relâmpago no Brasil, onde treinou o Avaí por sete jogos em 2020. Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC
Augusto Inácio: teve uma passagem relâmpago no Brasil, onde treinou o Avaí por sete jogos em 2020. Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC Augusto Inácio: teve uma passagem relâmpago no Brasil, onde treinou o Avaí por sete jogos em 2020. Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC (Jogada 10 - Galerias)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.