Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Argentina usa desafeto de Drake para provocá-lo após classificação

O rapper apostou valor milionário na vitória do Canadá, pela semifinal da Copa América, mas acabou ironizado pela Albiceleste nas redes...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Juan Mabromata/AFP via Getty Images

O rapper Drake viveu uma noite esquecível de terça-feira (10). Além de perder um valor milionário com a derrota do Canadá, o artista ainda teve que engolir uma cutucada da Argentina nas redes sociais. Isso porque a Albiceleste celebrou classificação à final da Copa América ao som de Kendrick Lamar – desafeto do astro.

A Argentina teve o cuidado de pensar em cada detalhe da provocação ao rapper pela aposta de 300 mil dólares (R$ 1,6 milhão) na vitória do Canadá. Às vésperas do jogo, Drake compartilhou uma foto do pagamento que receberia em caso de classificação canadense: 2,88 milhões de dólares. Logo após o apito final, a Albiceleste respondeu à publicação com uma foto acompanhada da legenda: “Not Like us (Não como nós)”. Essa música contém críticas de Lamar direcionadas a Drake.

Argentina avança à final

A imparável Argentina de Scaloni, atual campeã do mundo, chegou à quarta final consecutiva de Copa América desde 2021. A Albiceleste não teve dificuldade para superar o Canadá por 2 a 0, na noite da última terça-feira, no MetLife Stadium, pela semifinal do torneio.

Publicidade

A Albiceleste chega à final de maneira invicta. Conquistou todos os pontos possíveis na fase classificatória, avançou à semifinal após empatar com Equador no tempo regulamentar e venceu o Canadá na semi. Agora, aguarda o vencedor do confronto entre Uruguai e Colômbia, que será disputado nesta quarta-feira (10), a partir das 21h, para conhecer o adversário da decisão.

Drake x Kendrick Lamar

Publicidade

Antagônicos há um tempo considerável, os rappers viveram momentos ainda mais intensos nos últimos meses. A canção ‘Not Like Us’, por exemplo é só uma das diss lançadas pelos dois recentemente. Essa rixa ganhou mais força do fim de março para cá, quando as ofensas se tornaram acusações.

A relação entre os dois nem sempre se baseou na rivalidade, pelo contrário, antes formavam dupla. Os dois cantaram juntos algumas vezes entre 2011 e 2013. A primeira estremecida entre os dois ocorre junto às primeiras comparações dos rappers. Como uma ”disputa de território”. Até que em 2013, Kendrick participa da música do rapper Big Sean, com provocações a Drake e outros astros.

Logo depois, os rappers citados na música ‘Control’ devolveram com outras diss track – ou seja, canção cujo propósito é insultar uma ou mais pessoas. Exceto por Drake. Em contrapartida, o rapper avaliou o som como ambicioso, mas que jamais seria melhor que qualquer sucesso dele.

De lá para cá, os desentendimentos ganharam tons mais intensos e agressivos. Em março deste ano, Kendrick lançou ‘Like That’ em resposta a ‘First Person Shooter’, parceria entre Drake e J. Cole. Desandou, então, para versos com acusações de violência contra mulher, pedofilia e abandono paterno.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.