Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Após derrota na Libertadores, ataque do Flamengo evolui e alcança números impressionantes

Com 20 gols nos últimos oito jogos, os jogadores rubro-negros estão na liderança do Brasileirão e vivem um momento especial na temporada...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Marcelo Cortes/CRF

O Flamengo vive um momento especial na temporada e vem sendo muito eficiente dentro de campo. Afinal, nos últimos oito jogos, foram 20 gols marcados, totalizando uma média de mais de dois tentos por partida. A virada de chave começou depois da derrota sofrida diante do Palestino, no Chile, pela Libertadores.

O Flamengo sofreu duras críticas depois do jogo diante do Palestino. Afinal, os jogadores rubro-negros demonstraram pouco repertório ofensivo no Chile e deixaram de somar pontos importantes na Libertadores. A derrota fez com que Tite se tornasse alvo de parte da torcida.

LEIA MAIS: Tite manda recado para a CBF: ‘Tem jogador que vai estourar, cuidado’

Publicidade

Evolução do Flamengo

No entanto, os jogadores rubro-negros cresceram de produção depois da derrota e embalaram uma sequência de resultados positivos. Nos últimos oito jogos disputados na temporada, foram sete vitórias, um empate e nenhuma derrota.

Publicidade

O sucesso do ataque se deve muito ao momento de Pedro. O atacante é o artilheiro do futebol brasileiro na temporada e vem protagonizando boas atuações em 2024. Além disso, nomes como Everton Cebolinha, Lorran, Gerson e Luiz Araújo também vêm sendo importantes no sistema ofensivo rubro-negro.

O Flamengo entra em campo no próximo domingo (23/06), diante do Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã, pelo Brasileirão. Com 20 pontos conquistados, os comandados de Tite estão na liderança do campeonato e chegam motivados no clássico.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.