Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Apesar de ‘passividade’, Abel considera justa vitória do Palmeiras

Palmeiras venceu uma recuada Portuguesa no Canindé, mas Abel Ferreira considera que seu time poderia ter sido mais eficaz no ataque...

Jogada 10|

Foto: Cesar Greco/Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Palmeiras Foto: Cesar Greco/Palmeiras (Jogada 10)

O Palmeiras levou longos 67 minutos para conseguir abrir o placar em cima da Portuguesa, nesta quarta-feira (28), pelo Paulistão. Mas, mesmo diante de um adversário muito recuado e fora de casa, o Verdão saiu vencedor por 2 a 0. Para o técnico Abel Ferreira, sua equipe poderia ser mais eficaz no ataque, uma vez que teve a maior parte da posse de bola, mas só chutou cinco bolas no gol entre 18 finalizações.

“Tivemos muito controle de bola, mas às vezes sem sermos objetivos, verticais. Porque, no último terço do campo, temos que tocar e sair, finalizar, meter a bola na área, criar faltas, pênaltis, o que for. Em momentos, fomos passivos, mas acho que produzimos o bastante para vencer”, afirmou o treinador.

Abel ainda destacou as dificuldades de enfrentar uma Lusa bem fechada na defesa. Mesmo com a expulsão de Victor Andrade e o gol de Flaco López pouco depois, o treinador viu uma partida complicada para o Palmeiras. Mas destacou que isto já era esperado e que valia mesmo seguir insistindo em busca dos gols, que saíram:

“A Portuguesa é uma equipe bem organizada na defesa. Às vezes, o segredo é entender quais são as nossas forças e entender contra quem estamos jogando. Eles estavam com uma linha de cinco, sem movimentos para abrir espaços. De fato, foi difícil. Mas era um jogo de paciência e insistir. Acaba sendo uma vitória justa e que é melhor, num jogo difícil”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.