Jogada 10 Andrey, cria do Vasco, perto de ser emprestado ao futebol francês

Andrey, cria do Vasco, perto de ser emprestado ao futebol francês

O destino do volante, que é uma das últimas revelações mais promissoras da base do Cruz-Maltino, deve ser o Strasbourg

Jogada 10
- Foto: Divulgação/Nottingham Forest

- Foto: Divulgação/Nottingham Forest

Jogada 10

O volante Andrey, uma das últimas revelações mais promissoras da base do Vasco, está próximo de um novo clube. Segundo a mídia inglesa, o Chelsea deve emprestá-lo ao Strasbourg, da França. Como os clubes são administrados pelo mesmo consórcio, Clearlake Capital, do milionário Todd Boehly, a negociação está próxima de um desfecho positivo na reta final da janela do inverno europeu.

A parceria entre ambos já assegurou, por exemplo, a ida do atacante Ângelo, ex-Santos, por empréstimo, ao clube francês. A princípio, os londrinos desejam contar com Andrey para o restante da temporada, mas houve uma alteração no planejamento. Assim, a tendência é que o destino seja o Strasbourg.

O volante brasileiro ainda não estreou pelo Chelsea, apenas participou da última pré-temporada. Em seguida, os Blues o emprestaram ao Nottingham Forest, também da Inglaterra. Após boa apresentação na pré-temporada, a expectativa era que ele se adaptasse com facilidade por teria companhia de outros brasileiros, como o zagueiro Murillo, ex-Corinthians, e Danilo, ex-Palmeiras.

Entretanto, Andrey não conseguiu ter sequência no Forest, pois atuou em apenas duas partidas, uma como titular e outra saindo do banco. Com isso, ele deixou o clube antes do fim de seu empréstimo, até junho de 2024. O Chelsea anunciou seu retorno em janeiro.

 Saída do Vasco e retorno por empréstimo frustrado

Andrey deixou o Cruz-Maltino em janeiro do ano passado repleto de expectativa pelo destaque que demonstrou na disputa da Série B de 2022 e pelo seu talento. Inclusive sendo o vice-artilheiro do torneio com oito gols em 33 jogos. O Gigante da Colina concordou com oferta de 12,5 milhões de euros (R$68,5 milhões na cotação da época) pelo volante em janeiro do ano passado.

Ele não conseguiu o visto de trabalho para atuar na Premier League e alternativa encontrada pelo Chelsea para que não ficasse treinando era emprestá-lo. O clube inglês abriu negociações com o Palmeiras, mas exigiu que o empréstimo fosse de apenas seis meses, fato que fez o clube paulista declinar. Já o Vasco acatou todas as premissas dos Blues.

Na sequência precisou acertar o repasse de 30% do valor da transferência do jogador para o Chelsea. Isso porque o Cruz-Maltino atrasou o pagamento dos R$ 20,5 milhões que Andrey e seus representantes tinham direito. O atleta recusou a primeira oferta de parcelamento em três vezes da dívida do Gigante da Colina e demonstrou chateação. Posteriormente, indicou que aceitava receber o valor em duas vezes.

O volante retornou ao Vasco, no início da temporada passada, mas não conseguiu repetir o bom rendimento quando subiu ao profissional em 2022. Afinal, ele disputou apenas 11 jogos e marcou um gol. O seu período de empréstimo no Cruz-Maltino também foi prejudicado. Isso porque uma das exigências dos Blues era que ele fosse liberado para disputar o Mundial sub-20 com a Seleção Brasileira na temporada passada.

Outro fator que atrapalhou o desempenho de Andrey foi o fato de que mesmo com a renegociação, o Gigante da Colina novamente não respeitou o novo acordo. Dessa vez, os seus empresários ameaçaram acionar o clube carioca na Justiça por meio de seu advogado.

Atualmente, o atleta está com a Seleção Brasileira sub-20 na Venezuela para a disputa do Pré-Olímpico. Nesta semana, o time Canarinho garantiu a vaga no quadrangular final para tentar carimbar a vaga para a disputa da próxima edição das Olimpíadas de Paris em julho deste ano.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Últimas