Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Álvaro Pacheco e Pedro Martins são apresentados pelo Vasco

Treinador e executivo de futebol, respectivamente, falaram pela primeira vez de maneira oficial aos jornalistas

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Reprodução/Vasco TV

O técnico Álvaro Pacheco foi, enfim, apresentado no Vasco. Nesta sexta-feira (31), o português esteve na sala de imprensa de São Januário e respondeu aos questionamentos de repórteres. O evento também serviu para apresentar o executivo de futebol, Pedro Martins, que já está no clube desde o começo de maio.

Em tom alegre, Álvaro não escondeu a felicidade por estar no Vasco. Entre as perguntas respondidas, o português revelou como se deram as conversas com o próprio Pedro Martins e também Pedrinho, presidente do clube.

“Eu encontrei um clube com um foco muito grande em todos estarem unidos em prol do clube. Do que precisamos para sermos mais fortes. Foi o que eu senti com as conversas com o Pedro (Martins). Com Pedrinho também, as conversas foram importante para nós, da comitiva técnica, o que é o Vasco. Saber de alguém que está aqui desde os seis anos de idade. É aquilo que nós estamos imbuídos nesse sentimento, conceito de jogo para buscarmos sempre uma equipe competitiva. Tem sido uma interação muito boa pela forma organizada que encontrei o clube”, revelou o comandante, antes de complementar ao falar sobre o elenco.

“Encontrei um grupo fantástico. Entre os jogadores vão se criando relações, uma simbiose. Encontrei uma identidade muito boa. Um elenco que gosta de compartilhar momentos e principalmente um elenco ambicioso, isso é o mais importante. É a grande característica deste elenco. Sinto uma vontade muito grande de aprender coisas novas”

Publicidade

LEIA MAIS: Vasco associativo ainda não divulgou balanço financeiro

Ele também agradeceu suas boas-vindas ao Brasil e ao Vasco. Além disso, elogiou a mentalidade dos jogadores pela forma como passaram pelo momento negativo que o time vivia à época de sua chegada.

Publicidade

“A forma que fui recebido foi extraordinária. Já dei os parabéns ao Pedro pela organização de todos os setores. O que eu notei neste clube é uma simbiose entre todos os departamentos, o que não costuma acontecer numa equipe tão grande. A forma como eles reagiram a esse período menos positivo demonstra a mentalidade que o elenco tem”, avaliou.

Pedro Martins explica contratação de Álvaro Pacheco pelo Vasco

Publicidade

Já Pedro Martins explicou como se deu a contratação do treinador. A escolha foi uma de suas primeiras atitudes no cargo, ao longo das primeiras semanas de maio.

“Esses primeiros dias eu tomei muito cuidado pra entender as pessoas, então conversando com muita gente de diversos setores. Entender o ambiente do clube. E segundo entender que tipo de líder a gente precisava. Foram dias intensos para poder entender o momento do Vasco. E a partir dali a gente sai com um diagnóstico. Culminou com o perfil desejado, vai atrás de nomes e encontra o nome do Álvaro (Pacheco). Estamos muito feliz com o fato dele ter aceitado o desafio”, revelou:

Já sobre Philippe Coutinho, alvo do time para a janela do meio do ano, Pedro fez revelações extras. Explicando, então, que o orçamento do Vasco para julho será limitado. Mas, segundo ele, isso não interfere na possível vinda do cria da Colina, já que existe a vontade do jogador em defender o time carioca.

“Até falando em transferências, parte desse diagnóstico foi para análise do processo financeiro. Uma das grandes compreensões é que o Vasco tem orçamento limitado para essa janela de transferências. A briga para trazer o Coutinho é por alguém que optou estar no Vasco. A opção dele não está atrelada à capacidade de investimento, mas sim à capacidade do que é o projeto do Vasco hoje e a importância que ele tem nesse cenário. Não dá para cravar que ele vem, mas dá para demonstrar otimismo porque quando o jogador quer vir já é um fato fundamental e importante”, informou.

Ele também revelou que a meta do Vasco neste ano é, de fato, voltar às competições internacionais.

“Acredito que por tudo que vem sendo feito no trabalho de reconstrução, vindo da Série B, passando um primeiro ano na Série A, é natural que o clube volte a pensar no cenário internacional. Não conseguimos precisar qual a posição, mas voltar ao cenário internacional. É uma meta importante para o Vasco e acredito que é completamente factível e possível. Não só pelo elenco que a gente tem hoje, mas também pelo trabalho que está sendo feito sob a liderança do Álvaro e por todas as pessoas que eu consegui encontrar no CT, que são pessoas que estão pensando no crescimento do Vasco”, enfatizou.

A estreia de Álvaro Pacheco pelo Vasco deve acontecer neste domingo (2), contra o Flamengo, no Maracanã. Ele tem até a noite desta sexta-feira para ser inscrito no Boletim Informativo Diário da CBF.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.