Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Absolutos na bola aérea, Palmeiras e Santos colocam jogadas-chave à prova em final

De olho na taça, Verdão e Peixe têm nos cruzamentos suas armas letais; assim, jogo de volta pode repetir trama da ida, quando teve...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras/by Canon
Foto: Fabio Menotti/Palmeiras/by Canon Foto: Fabio Menotti/Palmeiras/by Canon (Jogada 10)

Em busca do terceiro título consecutivo do Campeonato Paulista e mais uma vez decidindo em seus domínios, o Palmeiras tem no jogo aéreo sua principal estratégia para inverter a desvantagem após a derrota por 1 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro. Curiosamente, o adversário abriu frente no duelo de ida em um gol de cabeça.

Agora, para faturar o tricampeonato estadual, o Verdão precisa vencer por dois gols de frente. Triunfo por um de diferença leva a disputa para os pênaltis.

Neste começo de temporada em que realizou 17 partidas até o momento, o Palmeiras tem o ataque com a maior participação de bola áerea entre as equipes que estão na Série A de 2024. Afinal, dos 27 gols anotados, 17 saíram de jogadas pelo alto.

Tal característica destaca a força alviverde nos cruzamentos, o que resultou em 14 gols – em cinco deles, a bola foi cruzada da esquerda e em oito da direita. Nesse contexto, a formação com dois laterais de ofício – Marcos Rocha e Mayke – proporcionou cinco dessas bolas na rede.

Publicidade

Santos acompanha sucesso pelo alto

O Santos também foi eficiente nos cruzamentos em sua campanha rumo às finais do Estadual. Dos 22 tentos dos alvinegros em 15 jogos oficiais em 2024, 11 vieram de cruzamentos: sete da direita e quatro da esquerda, lado pelo qual chegou ao gol na Vila Belmiro com Otero.

Retaguardas de respeito

Em meio aos desafios para formar um elenco de olho no acesso à elite do Brasileiro, o Santos pode se orgulhar de ter um setor defensivo confiável. Dos 12 gols sofridos na temporada, quatro foram de influência aérea, dois deles em cruzamentos.

Publicidade

O Palmeiras, por sua vez, é exemplo de competência defensiva. Dos 17 jogos até o momento, foram 12 gols sofridos, quatro deles de bola pelo alto. Nas últimas duas partidas, porém, levou um gol do Santos e outro do San Lorenzo, ambos em jogo aéreo.

Palmeiras e Santos se enfrentam neste domingo (7), às 18h, no Allianz Parque, pelo segundo jogo da final do Paulistão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.