Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Abel Ferreira menciona ‘Textor e gramados de bezerros’ e exige Palmeiras no Allianz

Técnico português volta a comentar sobre necessidade em ter o estádio à disposição e diz que Barueri 'não é igual'

Jogada 10

Jogada 10|Do R7

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras
Foto: Fabio Menotti/Palmeiras Foto: Fabio Menotti/Palmeiras (Jogada 10)

O Palmeiras encerrou a primeira fase do Campeonato Paulista atuando na Arena Barueri. Apesar do triunfo por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP no último sábado (9), jogar como mandante fora do Allianz Parque incomoda Abel Ferreira.

O técnico voltou a comentar sobre a necessidade de ter o estádio disponível o quanto antes. Em seu discurso na coletiva após o duelo, ainda mencionou John Textor, dono da SAF do Botafogo, que fez desabafo recente a respeito de clubes dispostos a proibir o gramado sintético, mas oferecem “campos de bezerros”. De acordo com o português, o Verdão precisa jogar no Allianz, visto que “Barueri é diferente”.

“Estamos jogando fora e é bom que as pessoas entendam isso. Sei que nossos torcedores fazem esforço enorme para vir aqui. Quando o jogo é à noite, não tem transporte. Essa não é a nossa casa, e sim o Allianz Parque. Precisamos de toda aquela atmosfera e vibração dos nossos torcedores”, iniciou o treinador.

“É mais um obstáculo, portanto, e é isso que devo valorizar aos jogadores. Seja onde for, contra quem for, no gramado ou no sintético, nos gramados fracos e ruins. Como disse o outro, nos gramados para bezerros (referindo-se a John Textor). Prefiro realmente um sintético bom. Queremos muito jogar no Allianz Parque, mas parece que infelizmente no próximo jogo isso não vai ocorrer. Não há desculpas, mas jogar aqui não é igual como jogar lá. Com todo respeito, mas não é igual”, acrescentou.

Publicidade

Atraso impede Palmeiras de atuar no Allianz nas quartas

Houve atraso por parte da Real Arena, braço da WTorre, em relação à entrega do novo gramado do Allianz Parque, o que resultou em mais rusgas entre a empresa e o Palmeiras.

O prazo de entrega é para 12 de março, o que impossibilita o Verdão de jogar em sua casa na fase de quartas de final. Afinal, testes rigorosos precisam ocorrer no gramado antes da utilização pelos jogadores.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.