Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Abel credita vitória ao grupo e ao estafe do Palmeiras

Técnico disse que nutricionistas, psicóloga e a presidente Leila Pereira também são responsáveis pela virada sobre o Del Valle na Libertadores...

Jogada 10

Jogada 10|Do R7


Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

O técnico Abel Ferreira resolveu dividir com todos os funcionários do clube os méritos da virada histórica sobre o Independiente Del Valle, por 3 a 2, na noite desta quarta-feira (24), pela terceira rodada do Grupo F da Libertadores. Tido como  o arquiteto da reação pelas alterações na segunda etapa, Abel não quis os louros só para si.

“Gostaria de saber quantas equipes brasileiras já venceram aqui. Digo isso para ressaltar que hoje foi uma vitória do ‘somos todos um’. O pessoal da performance, a nossa psicóloga, os nossos nutricionistas, o Alexandre Barros, a nossa presidente. Todos tem participação no que aconteceu hoje, foi uma vitória do time da virada”, analisou.

Abel admite primeiro tempo difícil

Publicidade

Sobre o jogo em si, Abel admitiu que teve enormes dificuldades para escolher quem iniciaria a partida. Além disso, contou também o que disse aos jogadores no intervalo. O Palmeiras fez um primeiro tempo abaixo da crítica e parecia estar com a vitória perdida.

“Desde que cheguei foi o jogo mais dificil para decidir quem entraria de início. A adaptação aqui é difícil. O gol do Endrick no fim do primeiro tempo nos fez voltar para o jogo. Foi o que eu disse aos jogadores. Com calma, corrigimos alguns detalhes e entramos melhor na segunda parte. Por fim, quem veio do banco ajudou muito e é isso que esperamos. Sei que não foi a primeira virada, mas também posso dizer que dificilmente viverei isso novamente”, celebrou.

Publicidade

O treinador palmeirense, afinal, admitiu que temeu pelo pior nos primeiros quarenta e cinco minutos de jogo. Fã de boxe, assim como é de Fórmula 1, usou a linguagem da Nobre Arte para ilustrar sua fala: “O Del Valle nos colocou nas cordas por mais de meia hora. Temi por um nocaute. Mas soubemos reagir e, no fim, já no 12º round, conseguimos nocauteá-los”.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.