Jobson revela papo do elenco com comissão técnica do Santos: 'Melhor que treino'

A atuação ruim do Santos no empate sem gols contra a Ferroviária, no último domingo, em Araraquara, pelo Campeonato Paulista, teve consequências durante a semana de preparação da equipe para a partida contra o Ituano, neste sábado, em Itu. O volante Jobson revelou nesta quinta-feira que os jogadores tiveram uma reunião com a comissão técnica na última terça para discutir as razões de um desempenho abaixo do esperado neste início de temporada.

"Chamaram todo mundo na academia, conversamos, tentamos acertar o que estava acontecendo de errado. O Jesualdo (Ferreira, treinador) falou o que aconteceu. É um jogo em que achamos meio estranho. Às vezes, conversar ali é bom para ver o que aconteceu, é melhor do que um treinamento. Conseguimos conversar e resolver. Espero que nesse jogo fora de casa possamos melhorar", disse Jobson, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, em Santos.

O volante contou ainda que o técnico português pediu para que o elenco use o confronto contra a Ferroviária como algo para nunca mais ser repetido em campo. "Muitas coisas aconteceram. Quatro jogadores passaram mal antes do jogo. Raniel se sentiu mal e saiu antes. Foi um dia diferente. Ele falou que a gente precisa olhar para aquele jogo e ver o que fizemos de errado para corrigir e fazer diferente no próximo", afirmou.

Jobson chegou ao Santos em abril de 2019, contratado junto ao Red Bull Brasil, mas não teve muitas oportunidades com o ex-treinador, o argentino Jorge Sampaoli. Com Jesualdo Ferreira, foi titular em três das seis partidas na temporada. E exaltou a confiança que o português dá a ele.

"Já escutei ele falando que acredita mais em mim do que eu mesmo. Ele me passa confiança e diz que sou capaz", completou Jobson.