Esportes Irmã de Medina é superada em 1º torneio de surfe em ondas artificiais no Brasil

Irmã de Medina é superada em 1º torneio de surfe em ondas artificiais no Brasil

Nesta quarta-feira, teve início o primeiro campeonato de surfe em ondas artificiais realizado no Brasil. O evento é realizado em um condomínio de luxo, na cidade de Itupeva, interior de São Paulo. As competições deste primeiro dia do Rip Curl Grom Search envolveram jovens com menos de 16 anos, divididos em três categorias.

Na divisão sub-16 feminina, a vitória foi de Bela Nalu, filha do experiente surfista Everaldo Pato Teixeira, conhecida pelo programa Nalu Pelo Mundo. Ela superou Sophia Medina, irmã do tricampeão mundial da modalidade Gabriel Medina.

Bela viajou pela primeira vez desacompanhada da família, que ficou em Bali, na Indonésia. Competindo por Santa Catarina, a jovem conquistou 17 pontos e ficou com o lugar mais alto do pódio. Sophia buscava o inédito tetracampeonato e terminou com o vice (15,65). A terceira colocada foi a também catarinense Laura Raupp (13,85).

"Eu sabia que o nível seria super alto. Mas fiz tanto esforço para me classificar. Viajei da Califórnia só para gravar as ondas da seletiva e deu certo. O sentimento de conseguir ganhar esse título num lugar inovador é demais. Estou muito feliz", contou a campeã Nalu.

Na categoria sub-12 masculina, o troféu ficou com Pablo Gabriel, do Rio de Janeiro, que obteve 17,75 pontos. O vice-campeão foi o paranaense Anuar Chiah (14,75). O terceiro foi o paulista Kalani Robles (13,85). Na divisão sub-14 masculina, o paulista Matheus Neves levou a melhor (16 pontos). Anuar Chiah repetiu o feito da categoria inferior e ficou em segundo (15 pontos) e o fluminense Pablo Gabriel voltou ao pódio, em terceiro lugar (13,75).

Nesta quinta-feira, as categorias sub-14 feminina e sub-16 masculina competem a partir das 10h. No fim do dia, Gabriel Medina fará uma apresentação junto aos campeões.

Últimas