Esportes Goleiro Denis revela arrependimento por não ter saído do São Paulo mais cedo

Goleiro Denis revela arrependimento por não ter saído do São Paulo mais cedo

O goleiro Denis revelou, nesta sexta-feira, que se arrependeu de ter ficado no São Paulo até 2017. Em entrevista à ESPN Brasil, o jogador, atualmente no Gil Vicente, de Portugal, afirmou que deveria ter a oportunidade de atuar na Europa mais cedo.

Reserva de Rogério Ceni entre os anos de 2009 e 2015, Denis não teve sucesso em 2016 quando herdou a vaga no gol são-paulino, após a aposentadoria do ídolo, e acabou se transferindo para o Figueirense.

"Nesses nove anos de São Paulo apareceram algumas propostas. Tive sondagem. Na época o próprio Juvenal (Juvêncio), presidente do São Paulo, de maneira alguma falou que eu sairia, porque estava próximo de o Rogério parar e trabalhavam para que eu entrasse. Alguns jogadores, o próprio Rogério falando que estava há tanto tempo, para ficar e não sair. Teve outras oportunidades e preferi, conversando com todos, empresário, família e presidente Juvenal, continuar no São Paulo", afirmou o goleiro, que disputou 173 jogos pelo time do Morumbi.

"Agora falando hoje é fácil, mas na época era uma escolha que eu tinha. Estava num grande clube, com perspectiva de jogar e ser titular. Era difícil decidir por uma saída. Se fosse hoje, é difícil falar por tudo o que aconteceu, até me arrependo um pouco de não ter saído antes, porque acho que se tivesse saído antes do São Paulo a minha história seria totalmente diferente. As pessoas lembrariam só das coisas boas que aconteceram. Hoje me arrependo um pouco de não ter saído antes, mas volto a dizer que tudo o que passei no São Paulo foi um aprendizado e tenho um carinho enorme pelo clube."

Com "gratidão muito grande pelo São Paulo", o atleta, de 32 anos, reconhece que foi uma missão complicada suceder um ídolo do clube. "Era difícil alguém entrar e jogar no lugar do Rogério. Mas fico muito feliz pela minha passagem. O meu ciclo no São Paulo terminou e tenho de seguir a carreira e o sonho de jogar. É o que estou fazendo."

Últimas