Futebol Zé Ricardo lamenta tropeço do Vasco e projeta maiores cobranças

Zé Ricardo lamenta tropeço do Vasco e projeta maiores cobranças

Cruzmaltino não saiu do 0 a 0 com a Chapecoense na Arena Condá e chegou ao seu terceiro empate em três rodadas

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Zé Ricardo viu péssimo desempenho da equipe sob a forte chuva em Chapecó

Zé Ricardo viu péssimo desempenho da equipe sob a forte chuva em Chapecó

Daniel Ramalho / Vasco

O Vasco segue sem vencer pela Série B do Campeonato Brasileiro e o alerta quanto ao trabalho do técnico Zé Ricardo foi ligado. Na noite da última sexta-feira (22), em Chapecó-SC, o Gigante da Colina não saiu do 0 a 0 com a Chapecoense e chegou ao seu terceiro empate nas primeiras três rodadas da competição. A pressão pela busca de resultados aumentou nos últimos dias.

Isso porque um dia antes, no embarque do time para o Sul, membros de uma torcida organizada pressionaram o técnico cruzmaltino por vitórias e o comandante, assim como o clube, encarou como uma intimidação o movimento. Em entrevista coletiva após o empate na Arena Condá, Zé Ricardo comentou sobre o tema.

"Entendo a frustração, mas também entendo que essa não é a maneira melhor de protestar. Esse é um problema muito mais profundo pelo o que vem acontecendo com treinadores, equipes, jogadores no Brasil. Recentemente tivemos episódios que por pouco não ocorreram coisas mais graves. Tomara que as autoridades investiguem esses fatos. Temos visto punições dentro dos estádios. Por que não fora dos estádios?", questionou.

Quando perguntado sobre sua permanência no cargo, o treinador reafirmou a confiança em trabalho e elenco, além de elogias a postura do grupo. Quanto ao jogo, Zé viu o empate como gatilho para fortes protestos na próxima rodada.

"No futebol, às vezes, as coisas não acontecem da forma como queremos. Até o momento que eu me sentir confortável, confiar nos atletas, quero seguir. Sei que é uma situação dura a do Vasco. Existem cicatrizes abertas e acabamos pegando muito dessa rebarba. Lógico que temos que melhorar e evoluir. Mas só vejo isso acontecendo com trabalho, não vejo outra maneira. Acredito muito nesse grupo. Quem acompanha sabe o quanto ele se dedica. Vamos encarar a Ponte Preta. Já imaginamos o estádio com uma pressão muito grande. Espero que a torcida entenda isso", finalizou.

O Vasco da Gama volta a campo pela Série B na próxima quarta-feira (27), às 21h30, contra a Ponte Preta, em São Januário.

Palco de Palmeiras x Corinthians já teve gol histórico e faca no campo

Últimas