Futebol Willian, do Corinthians, critica impunidade em caso de racismo

Willian, do Corinthians, critica impunidade em caso de racismo

Preso por imitar um macaco em direção à torcida corintiana, torcedor do Boca Juniors pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Postagem de Willian no instagram

Postagem de Willian no instagram

Reprodução/Instagram

O meia-atacante Willian, do Corinthians, usou sua rede social para demonstrar sua indignação no caso de racismo que levou um torcedor do Boca Juniors a ser detido ainda no decorrer do jogo da última terça-feira (26), pela Libertadores, na Neo Química Arena.

Leonardo Ponzo foi identificado em imagens gravadas que o mostram imitando um macaco em direção à torcida corintiana. Ele chegou a ser preso, mas manhã desta quarta-feira (27) pagou fiança no valor de R$ 3 mil e foi solto.

Em seguida, posou para foto com um amigo e na legenda estava escrito: “Nada aconteceu por aqui”, seguido de um emoji de macaco.

Em sua conta no Instagram, Willian republicou a postagem e escreveu em seu story: “Isso é uma piada, um ato de racismo que vale 3 mil reais. Até quando?”.

Tanto o Corinthians quanto o Boca Juniors já se posicionaram. O Timão emitiu nota agradecendo a atuação da Polícia Militar e reforçando a necessidade de um futebol sem ódio. O clube argentino, por sua vez, repudiou os gestos racistas do torcedor.

Liverpool vence o Villarreal por 2 a 0 e fica perto da final da Champions

Últimas