Futebol Vítor Pereira admite erro na preparação do Corinthians para jogo contra o Internacional

Vítor Pereira admite erro na preparação do Corinthians para jogo contra o Internacional

Técnico do Timão falou sobre o empate contra o Colorado durante painel na Brasil Futebol Expo: 'Minha responsabilidade'

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Técnico Vítor Pereira observa treino do Corinthians

Técnico Vítor Pereira observa treino do Corinthians

Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

Técnico do Corinthians, Vítor Pereira participou nesta segunda-feira (05) de um painel da Brasil Futebol Expo junto com Luis Castro, treinador do Botafogo. Nele, o comandante do Timão afirmou que cometeu um erro na preparação do time para o duelo de domingo contra o Internacional, pelo Brasileirão, que terminou empatado por 2 a 2.

“Essa semana eu fiz uma cagada muito grande. Vou lhes dizer qual foi. Ainda não compartilhei isso com ninguém, nem com meus jogadores”, disse o técnico corintiano.

“Hoje, ao rever o jogo, percebi claramente que, com vontade de treinar e melhorar a minha equipe, tivemos mais dias para treinar e fiz o quê? Treinei na intensidade que gosto de treinar, não durante muito tempo, mas demos uma carga que eles [jogadores] não estavam habituados. Então, chegamos ao jogo cansados, sem capacidade, tivemos capacidade no primeiro tempo, no segundo tempo, não. Minha responsabilidade”, completou.

Vítor Pereira também fez um breve balanço até aqui de sua passagem pelo Brasil. Ele está há seis meses e meio no comando do Timão, sendo que foi eliminado na semifinal do Paulistão e nas quartas de final da Libertadores. Por outro lado, está na semifinal da Copa do Brasil e na terceira posição do Brasileirão, sendo o Corinthians o único a permanecer no G-4 em todas as rodadas.

“Sinceramente, no Brasil nem de longe nem de perto fui o treinador que consegui em outras oportunidades. No Brasil o grande desafio é: hoje jogamos com uma equipe que vai nos colocar muitas dificuldades porque tem um jogo com determinadas características e precisamos em dois dias nos adaptar e esquecer o que fizemos no jogo anterior, preparar o jogo seguinte”, ressaltou o português.

Troféu da Copa não fica com país campeão: veja mais curiosidades do objeto de desejo das seleções

Últimas